Repórter da Globo no Recife é agredido durante gravação na rua

Globo
Repórter da Globo é agredido por manifestante na rua (Imagem: Divulgação / Globo)

Mais uma vez, um repórter da Globo foi alvo de agressão na rua enquanto realizava o seu trabalho. Danilo Cesar, da emissora no Recife, foi agredido fisicamente por um homem, integrante de um grupo que esbravejou palavras de ordem contra o canal, em Cabo de Santo Agostinho, na região metropolitana da cidade.

De acordo com o jornalista Maurício Stycer, do UOL, o jornalista deu detalhes do ocorrido: um homem não identificado o empurrou. “Fui caindo em direção ao câmera, que me segurou. E o agressor foi embora”, relatou. “Atrás dele, um grupo xingava a emissora e gravava a cena”, acrescentou.

“Assim como eu, outros colegas da imprensa se tornaram vítimas desse ódio multiplicado. Institucionalizado. Aonde isso vai parar? É triste ver isso. É triste viver isso. Mas não vou desistir”, avisou em desabafo no Instagram.

Danilo engrossou a lista de ataques contra profissionais da imprensa e, no caso, mais um contratado da Globo vítima do ódio. A onda de ataques de manifestantes pró-Bolsonaro contra a empresa ganhou força em todo o país. Casos foram registrados no Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro.

O mais pesado veio à tona em São Paulo. Ao vivo na porta de um hospital. Renato Peters conversava com César Tralli ao vivo no SP1 quando uma mulher surgiu na tela, tomou o microfone do jornalista e começou a gritar contra o trabalho da emissora e a favor do “capitão”. “A Globo é um lixo! O Bolsonaro tem razão!”, esbravejou.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.