Repórter da Globo quase tem celular furtado antes de entrada ao vivo

Globo
Repórter da Globo, Walace Lara faz denúncia de quase furto durante telejornal (Imagem: Reprodução / Globo)

Repórter da Globo em São Paulo, Walace Lara fez um breve desabafo durante sua participação no SP2 na noite da última sexta-feira (9). O motivo? O jornalista foi alvo de uma tentativa de furto enquanto se preparava para a sua entrada ao vivo.

Em conversa com Alan Severiano, Walace relatou que gangues de bicicleta tentaram levar seu celular pelo menos duas vezes na Praça da República, região central de São Paulo.

Por duas vezes, antes de entrar ao vivo aqui, eu quase tive o celular roubado por gangues de bicicleta aqui nessa área. As pessoas reclamam muito disso nessa região. Portanto, muito cuidado, viu pessoal”, aconselhou.

O repórter da Globo entrou ao vivo para as últimas informações sobre o retorno da fase vermelha do Plano São Paulo. Do estúdio do SP2, Alan Severiano não comentou sobre as tentativas de furto.

As notícias sobre a pandemia tomaram conta dos telejornais da Globo, e no final de março, até aqui o pior mês do país em número de casos e de mortes, fez o SP1 surgir em preto e branco.

Você confere o SP1, estamos chegando ao fim do mês de março com esse tremendo desafio de vencer a Covid-19 de desacelerar a contaminação pelo vírus, especialmente salvar vidas. As ruas estão mais tranquilas, tem menos gente circulando com essa pausa de emergência com feriados emendados, especialmente na capital, um atrás do outro pra tentar segurar as pessoas“, declarou César Tralli.

O âncora prosseguiu: “São os dilemas que a gente vive e estamos juntos aqui com você para gente tratar disso e muito mais todos os dias. O Estado de São Paulo tem um novo recorde de mortes pela Covid em 24h, 1209, mais de 1200 vidas perdidas. Mães, pais, tios, avós, amigos que se foram. Não dá para ver esse número e não se importar né? Chegamos a soma impressionante de 73.492 óbitos“.

Até a última sexta, o país registrou 13,4 milhões de infectados e 349 mil mortos pelo coronavírus desde o início da pandemia, em março do ano passado. Só ontem, mais de 3 mil pessoas morreram da doença no Brasil.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›