Reprise de Avenida Brasil chega ao 100º capítulo com viradas na vingança de Nina

Avenida Brasil
Reprise de Avenida Brasil no Vale a Pena Ver de Novo chega ao 100º capítulo (Imagem: Reprodução / Globo)

Em meio às reviravoltas que marcam a vingança de Nina (Débora Falabella) contra Carminha (Adriana Esteves), Avenida Brasil chega ao seu 100º capítulo nesta sexta-feira (21) no Vale a Pena Ver de Novo.

Com a revelação de que Santiago (Juca de Oliveira) é o seu avô, Jorginho (Cauã Reymond) vai tentar tirar do montador de brinquedos informações sobre o passado de sua mãe, porém, o jogador não vai conseguir arrancar muita coisa, permanecendo a dúvida sobre os segredos da ex-modelo.

Ao lembrar deste ponto da trama, Reymond relembra que esta foi uma das fases mais angustiantes para o personagem. “O fato de ter sido uma criança abandonada e, depois, ter sido adotado pela própria mãe biológica e um jogador de futebol famoso é muito complexo. A pessoa que, representa a figura materna para ele, a mãe Lucinda, ainda morar no lixão, por exemplo, faz dele um personagem com muitas questões a serem resolvidas”, analisou ele.

Após conseguir tirar R$ 750 mil da esposa de Tufão (Murilo Benício), a empregada anuncia o blefe e que não deve abandonar a mansão, deixando a patroa nervosa. Em seguimento a sua vingança, a cozinheira vai atrair Carminha para a lancha de Max (Marcello Novaes), que vai se deparar com a funcionária aos beijos com o seu amante. 

Nervosa com a armação, a mãe de Agatha (Karol Lanys) vai discutir com os dois e vai partir para cima de Nina, mas vai acabar se ferindo. Max vai ajudá-la no corte, mas a vilã vai acusá-lo de estar sendo manipulado pela jovem. O comparsa, porém, avisa que vai ficar com a filha de Genésio (Tony Ramos), o que vai deixar a megera transtornada, e ao dirigir ela acaba batendo com o carro.

Carminha ainda vai começar a beber e vai parar no lixão sendo resgatada pelo marido. Mais tarde, Lucinda (Vera Holtz) vai contar a Santiago sobre a sua preocupação em relação ao caráter de Max, revelando que é mãe do golpista.  

Débora Falabella comentou ainda o fato da novela ainda gerar expectativa no público mesmo após oito anos da exibição original. “Esse trabalho me atingiu especialmente no sentido de entender a força e o poder de uma novela. Avenida Brasil é um fenômeno até hoje. Para mim, também foram muito importantes as relações que criei e tudo o que aprendi com um elenco tão incrível e com essa personagem tão rica”, contou. 

Já Adriana Esteves vê na reprise a importância de atingir também as pessoas que não acompanharam a primeira exibição da trama: “Esta novela me trouxe muitas alegrias. Muitas, muitas mesmo. Conheci pessoas com quem vou querer trabalhar para sempre e me abriu outras portas na carreira. Foi uma enorme realização profissional”.

WordPress Lightbox