Ricky Martin revela que sofreu boicote homofóbico após fotos com o marido

Ricky Martin
Ricky Martin revela que sofreu boicote homofóbico após fotos com o marido (Imagem: Reprodução / Instagram)

Ricky Martin demorou para contar ao mundo que é gay e desde então fala com orgulho da sua condição sexual. O astro porto-riquenho afirmou que sofreu um boicote depois de compartilhar uma foto com Jwan Yosef, com quem é casado desde 2017 e cria quatro filhos juntos.

O galã explicou que as fotos faziam parte da revista Cap 74024, comemorando o ensaio, ao mesmo tempo que lamentava comentários homofóbicos: “Foi uma experiência maravilhosa para nós dois e uma forma de celebrar nosso orgulho. O que eu não esperava, principalmente depois de todo o trabalho que vem sendo feito há tantos anos, é que um grande número de pessoas decidisse deixar de nos seguir ou comentar de forma depreciativa”.

Na sequência da legenda do post, no Instagram, Ricky deixou claro qual é o motivo de sua tristeza: “Não é o número de seguidores que me preocupa, é a mensagem por trás de sua decisão que me causou o mesmo sentimento que eu tinha anos atrás, antes de compartilhar publicamente sobre minha orientação sexual. Esse mesmo medo que me paralisou, me atormentou e não me deixou ser”.

O pai de Lucia, Valentino, Renn e Matteo se alongou para expor o orgulho de ser quem é e avisar que não vai se prender ao medo de reprimir a sua essência por causa de pessoas preconceituosas e discriminatórias:

Hoje vejo as fotos e o que sinto é uma paz plena de poder festejar a minha família como ela merece, em grande estilo. Para comemorar como sou, independentemente do que digam. E esse medo de que acabei de falar não me paralisa mais, pelo contrário, me dá muito mais força e me impulsiona a continuar trabalhando pelo bem-estar de milhões de pessoas que sofrem todos os dias por falta de aceitação. O máximo que desejo nesta vida é que todos possamos nos sentir livres, orgulhosos de nós mesmos, felizes, amados, respeitados e aceitos. Que possamos nos expressar como nascemos, sem retaliação ou punição”.

Ricky Martin terminou sua mensagem com um sentimento de revolta e também tentando passar esperança àqueles que lidam com essa repressão: “Não é justo continuar perdendo vidas valiosas por causa do preconceito e da falta de educação. A todos aqueles que se sentem perdidos ou não valorizados por serem quem são e querem ser, eles não estão sozinhos, existe uma grande comunidade que os espera de braços abertos. Eles valem muito, por favor, não se esqueça”.

Confira:

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›