Rodrigo Constantino é detonado por apontar aumento de mortes no Brasil após vacinação

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino surpreendeu com comentário sobre aumento de mortes no Brasil (Imagem: Divulgação / Jovem Pan)

Rodrigo Constantino entrou novamente para a lista dos assuntos mais comentados do Twitter, nesta segunda-feira (18). Desta vez o motivo gira em torno de uma publicação em que aponta um aumento nas mortes pela Covid-19 no Brasil depois do avanço da vacinação.

“Em 2020, sem vacinas, o Brasil não chegou a 200 mil mortes com covid; em 2021, com mais de 100 milhões de pessoas vacinadas com 2 doses, até agora mais de 400 mil pessoas morreram, ou seja, o dobro. Fatos. Apenas fatos”, escreveu o contratado da RedeTV!.

O comentarista ainda compartilhou duas reportagens do G1, uma em janeiro deste ano e outra do último dia 15 de outubro. No entanto, os dados com números de casos e mortes no país mostram uma grande queda nos últimos meses, quando a vacinação avançou.

Um internauta, então, rebateu o famoso: “Rodrigo Constantino é uma das pessoas mais sem caráter e sem nenhuma gota de decência que já surgiu no meio da direita brasileira. É completo aleijado moral”.

“Agora compare a taxa de mortes entre vacinados e não-vacinados. Qual será o objetivo de um post assim, tão obviamente burro?”, questionou outro usuário do Twitter.

O apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu rebater as críticas: “Você apresenta um FATO – mais gente morreu no Brasil, nos EUA e em outros países – APÓS o começo da vacinação em massa – e os boçais da “ciência” marcam o Twitter Safety para te CENSURAR. O FATO é este e exige explicação. Jornalismo faz PERGUNTAS, não traz dogmas. Seus lobistas”.

Confira as postagens e a repercussão:

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›