Sabrina Petraglia enche a web de fofura ao postar foto da filha caçula

Sabrina Petraglia
Sabrina Petraglia enche web de fofura ao postar foto da filha caçula (Imagem: Reprodução / Instagram)

Sabrina Petraglia é casada desde 2018 com Ramon Velázquez e teve um casal de filhos com ele: Gael (2) e Maya. A garotinha de 5 meses de vida protagonizou um post para lá de fofo da mamãe coruja no Instagram e fez um verdadeiro sucesso com os internautas.

A filha da atriz apareceu sorridente em quatro fotos, em que estava sentada em seu berço, esbanjando o sorrisão e seus olhos claríssimos. “Carrossel de fofura passando na sua timeline. A mamãe não aguenta de tanto amor! Babo mesmo. Minha pequena. Amor extra gigante”, escreveu a famosa na legenda da publicação.

Além das quase 150 mil curtidas, os cliques renderam bastante comentários, assim como o de Mariana Ximenes: “Não dá para aguentar de tamanha beleza e fofura”. Rosane Mulholland disparou emojis apaixonados, enquanto a atriz Jéssika Alves ficou babando por Maya: “Meu Deus do céu”. Nathalia Dill também apareceu para elogiar: “Gente que maravilhosa”. Aline Dias completou: “Que coisinha mais gostosa”.

No domingo (21), Sabrina compartilhou uma foto com o marido e os filhos e refletiu sobre a maternidade dentro da família que formou: “Sempre falamos em ser mãe de dois, mas esquecemos que na verdade é uma família de 4. E isso é importante? É sim, pois falamos muito em como lidar com a chegada do novo bebê. E falamos de questões como ciúmes, culpas, ausências, sem colocar na equação toda a família”.

Ela também reconheceu as múltiplas configurações de família que existem por aí e listou alguns dilemas que percebeu que terá: “O que quero dizer aqui é que a mãe não exerce a maternidade sozinha, é algo mais amplo, é parentalidade. A mãe terá momentos de ausência para um filho e presença para outro e isso é menos doído quando pensamos que em nossa ausência

Por fim, Sabrina Petraglia citou os outros familiares presentes na educação dos seus herdeiros: “O filho ganha outra presença importante para seu desenvolvimento, seja do pai, dos avós, dos tios… Essa rede de apoio pode não só confortar emocionalmente esta mãe feita de culpa, mas também permite que a criança se desenvolva socialmente, testando seus sentimentos em contextos diferentes, aprendendo a lidar com o mundo em sua complexidade”.

Confira:

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›