Sem Fórmula 1, Globo dispensa Luciano Burti após 17 anos

Luciano Burti
Luciano Burti é dispensado da Globo após 17 anos (Imagem: Reprodução / Globo)

A Globo dispensou Luciano Burti, ex-piloto de testes da Ferrari, da Fórmula 1, após 17 anos de casa. A decisão veio à tona após o fim das transmissões da categoria máxima do automobilismo, que por mais de 40 anos foi estrela da programação da emissora carioca.

Burti era contratado da casa desde 2004, com participações especiais em corridas anteriores, como a primeira vitória de Rubens Barrichello na categoria, em 2000, entre outras GPs.

O ex-piloto de 45 anos foi dispensado unicamente pela saída da F1 da grade da Globo. Ele tem feito aparições no Auto Esporte, mas a produção é independente e não é produzida pelo departamento esportivo do canal.

Sua chegada ao Grupo Globo só foi possível graças a opinião dele próprio em conversas com dirigentes da empresa. Para ele, a equipe de transmissão da emissora só estaria completa com a visão de um piloto de corrida. Antes dele, Galvão Bueno e Reginaldo Leme eram as estrelas da cabine de transmissão.

Luciano Burti não seguiu o caminho de seus colegas, como Sérgio Maurício, Felipe Giaffone, Max Wilson, Mariana Becker e Reginaldo Leme, que aceitaram um convite da Band para as transmissões da F1 e da Stock Car.

A demissão do comentarista e ex-piloto era esperada, mas a saída de Alfredo Bokel, gerente da área de automobilismo, não. Ele tinha uma ligação muito forte com Galvão Bueno, pois foi o narrador quem deu a ele as primeiras oportunidades na carreira.

Desde 2012 ele acumulava a função de chefão do automobilismo da Globo. Além disso, era coordenador do canal Combate, de lutas, em 2017. Foi ele quem conseguiu a Fórmula E na programação do SporTV para as próximas temporadas.

Em nota, a Globo informou a dispensa dos dois funcionários. “Luciano Burti e Alfredo Bokel não fazem mais parte do Esporte da Globo”, declarou a assessoria de imprensa.

“Passei 21 dos meus 42 anos no Grupo Globo. Metade da minha vida. Fui prestador de 2000 a 2006 e contratado de 2006 a 2021. O que sou como jornalista e gestor devo à maior empresa de Comunicação da América Latina. Gratidão eterna”, desabafou Bokel em sua rede social.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›