Senador é obrigado a indenizar Jean Wyllys por fake news sobre Bolsonaro

Jean Wyllys
Jean Wyllys venceu processo aberto contra senador bolsonarista (Imagem: Reprodução / Instagram)

Jean Wyllys teve nova vitória na Justiça. O senador Marcos do Val (Podemos-ES) foi condenado a pagar R$ 41,8 mil o ex-BBB. O ex-deputado federal pediu danos morais causados por uma fake news que o associava erroneamente a Adélio Bispo, autor da facada no presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em 2018.

A informação foi confirmada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, que declarou ainda que a decisão foi homologada pelo juiz Fernando Rocha Lovisi. O texto determina também que o senador remova publicações que fez no Twtter e no Facebook com conteúdos nesse sentido, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

O parlamentar bolsonarista terá ainda que se retratar publicamente por ter sugerido que Jean Wyllys poderia ser o mandante do crime do qual Bolsonaro foi vítima, na época da campanha eleitoral de 2018. Se não o fizer, deverá pagar R$ 20 mil. Marcos Do Val ainda pode recorrer.

No mês passado, Jean, que foi o grande campeão do BBB 5, revelou o motivo pelo qual escolheu não sucumbir à tentadora fama. Em entrevista ao podcast Efeito Tsunami, de Andréa Alves, o baiano, que atualmente mora em Barcelona, na Espanha, falou sobre a sua trajetória.

“Sempre fico um pouco constrangido, envergonhado, com a coisa da leitura do currículo. Eu não sei lidar com o elogio, sabe? Que coisa curiosa. Fiquei sem graça com você lendo o meu currículo (risos). Ele é mérito da minha mãe (Nalva), da igreja católica, das professoras que cruzaram meu caminho e viram meu potencial. Desde muito pequeno eu desperto o interesse das minhas professoras por ser um garoto diferente. Não só porque atravessava essas fronteiras de gênero, mas também porque eu era muito inteligente e sensível. Elas prestavam atenção em mim“, iniciou.

Em seguida, Jean contou sobre seus posicionamentos: “Esse sou eu, essa pessoa que ao mesmo tempo é uma pessoa destemida e segura do que quer fazer, não tem muito medo do julgamento, das avaliações. Por isso, corro riscos que para mim são importantes correr. No início da minha carreira acadêmica e também na curva ascendente do meu prestígio como jornalista na Bahia decidi me inscrever no BBB. Correndo todos os riscos“.

O jornalista deixou o Brasil após receber uma série de ameaças, resultantes dos seus posicionamentos políticos. Wyllys, que também é ex-deputado pelo PSOL, disse que a carreira de ativista foi o principal motivo para dizer não à fama de ex-participante do programa global.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›