Serviços de streaming endurecem cláusulas contratuais para evitar vazamentos

Netflix Prime Video Globoplay
Plataformas de streaming andam preocupadas com o vazamento de informações (Imagem: Divulgação / Montagem)

Com os altos investimentos dos serviços de streaming em novas produções, cada vez mais as empresas estão presando pela confidencialidade, para evitar que haja qualquer vazamento de informações antes do planejado.

Segundo o colunista Flávio Ricco, nos bastidos do Grupo Globo, já existe a solicitação de que atores que estejam em contrato com Netflix ou outras plataformas semelhantes não sejam convidados para programas da casa. O objetivo é proteger as novidades do Globoplay.

Cabe lembrar que desde o dia 29 de junho uma nova concorrente se somou à disputa: a HBO Max, que entrou em cena com a proposta de ser a melhor de todas. Inclusive, a empresa vai lançar diversas produções brasileiras.

Até agora, já foram divulgados algumas novidades: Ausentes, com Maria Flor e Erom Cordeiro nos papéis principais, é uma série dramática que se passa em uma agência de investigação especializada em solucionar casos de pessoas desaparecidas; Pop Divas, com Pabllo Vittar e Luísa Sonza, que vão se reunir para comandar uma nova competição musical cheia de glamour; e Jornada Astral, apresentado por Angélica, que será um programa focado em astrologia.

Sobre as cláusulas contratuais, a Netflix tem destacado, principalmente com produtoras e atores brasileiros, sobre o fato de que nada pode ser falado ou divulgado antes da hora. Em uma das regras, caso não seja obedecida, existe a possibilidade até de rescisão contratual. O Globoplay vem seguindo o mesmo caminho.

E por falar em novidades, a Netflix também está querendo entrar de vez no mundo dos videogames. Após levar o sucesso Stranger Things para o mundo dos jogos, e trazer o popular The Witcher para o universo das séries, a empresa está se aproximando de veteranos da indústria dos jogos para investir no setor.

Segundo o site The Information, fontes próximas à empresa disseram também que o objetivo é criar um serviço por assinatura de jogos semelhante ao Apple Arcade e o Google Stadia. O modelo funciona através de uma afiliação mensal em que o usuário pode acessar um game via streaming.

Não foi especificado se os planos da Netflix envolvem desenvolver jogos próprios, agregar títulos de terceiros ou até mesmo unir os dois, assim como acontece com seus filmes e séries do catálogo.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›