Sikêra Jr perde patrocinadores após homofobia e Paola Carosella comemora

Paola Carosella comenta notícia sobre Sikêra Jr (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Sikêra Jr começou a sofrer as graves consequências do seu discurso de ódio em rede nacional no mês do Orgulho LGBTQIA+ e Paola Carosella não deixou de comemorar.

Nas redes sociais, ela repercutiu a notícia de que várias marcas foram pressionadas pelo público a abandonarem as cotas de patrocínio do Alerta Nacional na RedeTV!.

Empresas como MRV Engenharia, Ultrafarma, Tim e Caixa anunciavam no programa policial e foram confrontadas pelo público após prestarem apoio ao Dia do Orgulho LGBTQIA+.

“É isso”, limitou-se a dizer Paola Carosella. Nos comentários, um dos seus fãs reagiu dizendo: “O que mais me admira é as marcas precisarem de pressão pra abandonar. Sikêra Jr. presta um total desserviço ao jornalismo!”.

“Nada pode ser mais depreciativo para uma marca do que se associar a algo tão vil e baixo quanto esse cara, à essa emissora permissiva e manipulativa e a esse pensamento retrógrado”, declarou outro.

Depois da pressão, a MRV disse que “acredita na diversidade e não compactua com qualquer forma de preconceito”, destacando que “o programa Alerta Amazônia/Nacional já não faz mais parte dos nossos planos de mídia”.

A Tim, por sua vez, declarou: “Desde a semana passada, realizamos a suspensão da veiculação, que é automática pela plataforma de anúncio, nesse canal. Reforçamos que a Tim mão está ligada a movimentos, nem compactua com disseminação de notícias falsas e discursos de ódio”.

A HapVida, empresa de plano de saúde conhecida no Norte e Nordeste do país, fez o mesmo:

“Não apoiamos forma alguma de preconceito, seja social, de credo, raça, gênero ou orientação sexual. No momento, suspendemos o patrocínio do Alerta Amazonas. Estamos sempre trabalhando por uma sociedade mais saudável”.

O Magazine Luiza, que nunca anunciou suas lojas e produtos no programa da RedeTV!, desautorizou a veiculação automática dos seus anúncios nos vídeos do programa Alerta Nacional no YouTube.

“O Magalu é contra qualquer forma de LGBTfobia e nunca admitiremos isso. Não patrocinamos o programa, mas havia anúncios sendo exibidos de forma automática pelo YouTube no canal. Eles já foram bloqueados e não serão mais exibidos”, informou. Tanto a RedeTV! quanto Sikêra Jr não se manifestaram sobre as decisões dos anunciantes até o momento.

Confira:

Lucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›