Sonia Abrão emite opinião sobre Adriane Galisteu no Power Couple

Sonia Abrão opina sobre Adriane Galisteu no Power Couple (Imagem: Reprodução – Twitter / Montagem – RD1)

Sonia Abrão, que está sempre opinando sobre tudo que acontece na televisão, fez questão de deixar o seu comentário sobre a estreia de Adriane Galisteu no Power Couple Brasil, da Record.

Na ocasião, ela rasgou elogios à loira e questionou como ela ficou tanto tempo sem um programa fixo na televisão, já que sua última aparição como apresentadora foi em 2013.

“Ao ver a estreia de Adriane Galisteu no comando do Power Couple, na Record, não deu pra entender como uma apresentadora com esse pique e carisma ficou 7 anos sem um programa pra chamar de seu na TV”, questionou.

“Ainda bem que está de volta e em plena forma! Sou só aplausos pra ela!”, completou a apresentadora do A Tarde é Sua, que estava vivendo um relacionamento que foi interrompido pela pandemia.

Em conversa com o jornal Extra, a jornalista, que não esconde sua aversão ao casamento, revelou que está solteira:

Eu estava namorando, mas a pandemia acabou com meu namoro. Fui casada durante 17 anos (com o empresário Jorge Damião), tivemos um filho lindo juntos, mas agora só quero romance. Não quero aquela estrutura de um casamento, não quero nem dividir o mesmo teto“.

O que mais me falta é a solidão. Quando meu marido viajava, eu achava ótimo. Preciso desse meu espaço, vivo cercada de pessoas. Não gosto de badalação, já cobri muitas festas. Gosto muito da minha batcaverna, de ficar sozinha. É dentro de mim que a vida acontece“, pontuou.

Ainda na entrevista, Sônia também falou sobre seu início de carreira, quando antes de entrar para o entretenimento, fez coberturas de casos policiais famosos:

O jornalismo policial foi mesmo a fase mais pesada. Fui vítima de muito preconceito também por ser a única mulher falando sobre isso. Mas estávamos exauridos, e acho que o público também. Decidimos focar então no entretenimento, mas sem tirar os pés do chão, claro”.

“Depois de 20 anos como apresentadora, acho que vivo um bom momento em que o público pode fazer um balanço da minha trajetória e valorizar meu trabalho. Sempre tivemos um bom relacionamento com os profissionais de outras emissoras, e esse retorno vem de uma forma saudável, espontânea”, completou Abrão, que está comemorando 15 anos de A Tarde é Sua.

“Sou mal acostumada. Pelo público, sempre fui muito mimada. Pela mídia, não, sempre fui detonada. O rótulo de fofoqueira, por exemplo, vem carregado de preconceito, mas foi perdendo também o peso com o tempo. Sou jornalista, já cobri de tudo. Mas nunca vi como uma ofensa me chamarem de fofoqueira. É um preconceito das pessoas, e elas que evoluam“, disparou.

Na sequência, Sônia Abrão ainda relembrou o machismo e os casos de assédio que sofreu durante os anos de carreira:

Praticamente impossível uma mulher não ter passado por isso, ainda mais antigamente quando a gente não sabia a quem recorrer. Passei por alguns episódios e cheguei a mudar de empresa por causa de assédio. O rádio foi o ambiente mais machista que trabalhei. Engoli muito porque não podia perder o emprego porque também ajudava em casa. Aguentei muita coisa sozinha, calada. Você vai aprendendo com o tempo a lidar com isso”.

Confira:

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›