Sônia Bridi fica indignada com fala de Bolsonaro sobre vacina e desabafa

Sônia Bridi
Sônia Bridi desabafou sobre polêmica envolvendo Bolsonaro (Imagem: Reprodução / Globo)

Repórter especial da Globo, Sônia Bridi desabafou, nesta semana, contra uma nova fala polêmica do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), sobre a vacinação.

Em seu perfil no Twitter, a jornalista afirmou: “Quem se importa com o outro, toma vacina. Quem defende a vida, toma vacina. Quem quer evitar mortes, toma vacina”.

“Quem sofre com o sofrimento alheio, toma vacina. Quem não quer ajudar a morte a se espalhar toma vacina. Quem tem um pingo de responsabilidade social, toma vacina”, disse ainda Sônia Bridi, após uma notícia em que Bolsonaro declarou que não tomará a vacina contra a Covid-19.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, o presidente argumentou que tem anticorpos contra a doença porque já teve Covid-19, o que tornaria a vacinação desnecessária.

“No tocante à vacina, eu decidi não tomar mais a vacina. Eu estou vendo novos estudos, eu estou com o meu, a minha imunização está lá em cima, IGG está 991. Para que eu vou tomar uma vacina? Seria a mesma coisa que você jogar na loteria R$ 10 para ganhar R$ 2. Não tem cabimento isso daí”, comentou o político à rádio.

Bolsonaro tem 66 anos de idade, dentro do grupo de risco para Covid-19. O presidente é crítico da obrigatoriedade de receber a vacina e defende o tratamento da doença com medicamentos cuja ineficácia é comprovada pela ciência.

Em junho passado, Bridi tomou a vacina e não hesitou em compartilhar seu momento nas redes sociais. A jornalista do Fantástico publicou a primeira dose da vacina recebida e gravou um vídeo após a medicação.

“Tomei a AstraZeneca, a vacina que estava disponível hoje aqui. Todo mundo merecia já estar vacinado. Podia ter mais gente vacinado”, disse Sônia Bridi ao lembrar que ainda é preciso manter as normas de segurança e o distanciamento social além de usar máscaras de proteção facial.

Emocionada ao ver a mãe vacinada, Mariana Bridi, que é casada com Rafael Cardoso, fez um grande texto emocionante no Instagram. “Esse misto de sentimentos de ver uma pessoa que a gente ama ser vacinada contra a COVID-19 é muito doido. É uma mistura de alegria com indignação já que quase 500 mil famílias brasileiras não puderam vivenciar esse momento tão incrível”, começou.

“Então, para que essas 500 mil perdas não tenham sido em vão, vamos continuar nos cuidando e honrando o privilégio de poder continuar vivendo, fazendo isso através do uso de máscara, do máximo possível de distanciamento social e uso de álcool gel e higienização das mãos! Pq no atual momento que vivemos, ter saúde e estar vivo é privilégio sim!”

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›