Sucesso nas rádios e YouTube, Pânico prepara volta à TV após 4 anos

Pânico
Emílio Surita confirmou a volta do Pânico para a TV (Imagem: Reprodução/ YouTube)

Emílio Surita participou de um episódio do +1 Podcast, no YouTube, e confirmou que o Pânico voltará para a TV nos próximos meses. O humorístico, que esteve na televisão entre 2003 e 2017, na RedeTV! e Band, retornará na programação do canal de notícias que a Jovem Pan está montando.

“Vem aí a TV. Estaremos no novo canal da Jovem Pan, que vem aí em setembro”, declarou o líder da trupe de humoristas, que tem feito sucesso nas rádios e também no YouTube. Rogério Morgado questionou se o formato seria o mesmo de antigamente e Emílio declarou que ainda não sabe.

“Acham que vai continuar fácil, só chegar aqui faltando cinco pro meio-dia? Vai ser em TV aberta, ainda não sei o formato. Mas vem aí em setembro”, revelou o veterano.

Como é sabido, Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho (Tutinha) está levando o Grupo Jovem Pan, do qual é CEO, para a televisão com a estreia do canal 24: News Jovem Pan. O canal de notícias 24h que estará disponível na parabólica, em pacotes de TV por assinatura em negociação, no YouTube, na Fire TV, da Amazon, na Pluto TV, da ViacomCBS, e na Panflix (streaming do Grupo Jovem Pan).

Inicialmente previsto para estrear no primeiro semestre, o canal terá uma programação composta por noticiário ao vivo: 16h de programas novos e 8 horas de programas já realizados pela empresa com visual e vinhetas repaginados, como Jornal da Manhã, 3 em 1, Pânico, que são sucessos de público.

Nos últimos anos, na rádio, o Pânico tem repercutido pelos embates políticos que vem promovendo, além das brigas ao vivo no estúdio.

No mês passado, por exemplo, André Marinho acabou trocando socos e pontapés com o empresário bolsonarista Tomé Abduch, que também já foi comentarista da CNN Brasil.

A briga teve início após o convidado do dia chamar o humorista de “babaca”, que respondeu chamando o empresário de “chorão”. Tomé Abduch, então, foi pra cima de André Marinho furiosamente, e a dupla acabou “saindo na mão”.

Eles precisaram ser contidos pelos presentes no estúdio. A confusão acabou deixando o apresentador do Pânico sem reação. Emílio Surita logo teve que chamar um intervalo comercial improvisado.

Durante a briga, o programa aproveitou para divertir o público utilizando uma trilha sonora que lembrava o Programa da Ratinho, do SBT. Além disso, o humorista Rogério Morgado também narrou toda a troca de socos aos gritos.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›