Tainá Muller abre o coração e fala sobre assédios sofridos

Tainá Muller
Tainá Muller interpreta Verônia na série Bom Dia, Verônica (Imagem: Divulgação / Suzanna Tierie – Netflix)

Como a arte e a vida real se misturam, foi quase impossível para Tainá Muller não refletir sobre suas próprias experiências ao interpretar a Verônica na série Bom Dia, Verônica, da Netflix.

Para quem não sabe, na trama, a então escrivã da Delegacia de Homicídios de São Paulo, presencia o suicídio de uma mulher e faz de tudo para assumir a função de investigadora do caso. Na mesma semana, a profissional recebe um pedido de ajuda de uma mulher (Camila Morgado) que vive um relacionamento abusivo e é agredida pelo esposo (Eduardo Moscovis).

Quanto mais falo da série, mais a ficha vai caindo. Quando gravamos, não existia a pandemia e não tínhamos ideia de que os dados alarmantes de feminicídio cresceriam ainda mais. É fundamental trazermos esse debate e espero que este produto ajude as mulheres vítimas disso a saberem que elas têm a quem recorrer”, disse Muller ao jornal Extra.

Parte de uma história de ficção que infelizmente se repete todos os dias, Tainá analisou: “Fiz várias reflexões e é óbvio que por ser mulher já passei por situações constrangedoras”.

“Nunca foi nada crítico, mas já tive um namorado que falava da minha roupa e eu lembro de já me posicionar. Era algo que eu conversava muito com minha mãe. E, com certeza, hoje tenho um olhar muito mais atento para isso do que na adolescência”, completou

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com