Tarcísio de Freitas lamenta saída de Datena de chapa

Datena
Datena é alvo de comentário de Tarcísio de Freitas após mais uma desistência de candidatura (Imagem: Reprodução – Band – TV Cultura / Montagem – RD1)

Tarcísio de Freitas, pré-candidato ao governo de São Paulo, se manifestou pela primeira vez depois que Datena confirmou sua saída da chapa criada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para colocá-lo no Senado.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O ex-ministro da Infraestrutura revelou que iniciou uma enxurrada de conversas “com bons nomes” para a vaga deixada pelo apresentador do Brasil Urgente, da Band:

“Lamento a decisão do Datena, mas respeito o caminho escolhido. Continuo contando com o seu apoio como grande comunicador que é. Agora, abrimos conversa com bons nomes para compor uma chapa que fortaleça o nosso projeto para São Paulo”.

publicidade

Veja Também

Atrás de Fernando Haddad (PT) e Márcio França (PSB) nas pesquisas, Tarcísio não deu detalhes dos nomes que procurou para compor a chapa.

Após acordo com Tarcísio de Freitas e Bolsonaro, Datena  anuncia nova desistência da política

Logo no início do Brasil Urgente da última quinta-feira (30), Datena apareceu visivelmente emocionado e confirmou a sua permanência na TV.

O jornalista disse que a “defesa da democracia” foi o principal motivo para ter desistido da candidatura ao cargo de senador:

“Lutar pelo bem comum em muitas arenas que existem aí. A minha, todos conhecem. Eu estarei sempre com o meu público disso eu não tenho dúvida. Eu desejo felicidades nesta campanha aos meus quase correligionários”.

publicidade

“Ignoro, claro, certos grupos radicais que me hostilizaram e hostilizam, e sigo com a minha bandeira e os meus princípios, sempre em defesa de Democracia e da Constituição. Este era, este sou eu e este serei sempre eu. Obrigado a todos”, agradeceu.

Logo depois do seu discurso, Datena chamou Catia Fonseca para uma conversa e admitiu que tomou a atitude depois que o presidente expôs que tinha fechado com ele para o Senado.

“Eu estou com o Datena lá, fechei com o Datena, está no outro partido e tem críticas, assim como tem gente que critica o Tarcísio, que critica a mim. Não dá para a gente pacificar o negócio”, cravou o presidente em conversa com apoiadores.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.