Thiago Gagliasso surpreende e afirma ser “ex-irmão” de Bruno Gagliasso

Thiago Gagliasso
Thiago Gagliasso e Bruno Gagliasso possuem pensamentos e posicionamentos completamente diferentes (Imagem: Reprodução / Instagram)

Thiago Gagliasso chamou a atenção na segunda-feira (28) ao afirmar que é ex-irmão de Bruno Gagliasso. A declaração aconteceu no Instagram, quando o ator mandou um direct para Leandra Leal.

A mensagem foi enviada por Thiago após a repercussão da fala da atriz no Altas Horas, no último sábado (26). Na ocasião, a global mostrou toda sua indignação com a eleição do presidente Jair Bolsonaro em 2018.

Bolsonarista, o cunhado de Giovanna Ewbank disparou: “Oi, Le, sou eu Thi, ex-irmão do Bruno Gagliasso, adorei sua posição no Altas Horas! Sou teu fã, mas tu já viu a tal da prestação de contas da Rouanet? Sei que com toda sua visibilidade poderia nos ajudar, manda uma mensagem para o Fabio Porchat”.

Vale lembrar que Thiago Gagliasso e Bruno Gagliasso possuem posicionamentos políticos completamente diferentes. Ao contrário do loiro, o ex-contratado da Globo quer ver Bolsonaro fora da presidência.

Após não receber nenhuma resposta de Leandra Leal, o artista postou um print no seu perfil e escreveu: “Eu tento, mando mensagem de boa mesmo! @leandraleal 12 bilhões que não foram auditados! Poxa LEANDRA DESLEAL. Rapaziada, o dia que vocês pararem pra entender o que essa galera fez com a Lei Rouanet! É BIZARRO”.

Nos comentários, os admiradores de Thiago, que assim como ele, defendem Bolsonaro, reagiram. “Ex irmão é boa hahahahahaha mamata acabou estão berrando hhahaaj como se tivessem voz ou moral alguma”, disse uma seguidora. “Maravilhosoooo. Dá vontade de pegar uma pipoca e aguardar os desfechos dessas mensagens para a lacrolândia global”, escreveu outra.

Para quem não viu, em sua participação no Altas Horas, Leandra Leal disparou: “Como a gente deixou o Bolsonaro ser eleito presidente? Ele já falava sobre preconceito, ele já destilava o seu ódio, ele já falava sobre homofobia, ele já espalhava fake news”.

Não foi uma escolha difícil. Quem se permitiu achar que era uma escolha difícil relativizou o preconceito, a homofobia, o racismo. Porque tudo isso estava na fala dele”, completou ela, que foi aplaudida pela plateia.

Na mesma entrevista, a global ainda contou que não procura se importar tanto com quem a deprecia: “Eu não ligo, não olho… Óbvio que quando é ameaça ou alguma coisa séria, a gente tem que se posicionar e brigar por justiça. A gente não pode confundir liberdade de expressão com crime. Tem coisas que tem que ser denunciadas”.

Carol BittencourtCarol Bittencourt
Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais. Está nas redes sociais no @bittencourt.caroline.
Veja mais ›