Tiago Abravanel dá puxão de orelha na tia Patrícia Abravanel após polêmica e é ovacionado

Tiago Abravanel
Tiago Abravanel desabafa após declarações homofóbicas da tia Patrícia Abravanel no Vem Pra Cá, do SBT (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Tiago Abravanel, neto de Silvio Santos, desabafou no Instagram horas após a polêmica envolvendo sua tia, Patrícia Abravanel, responsável por protagonizar falas homofóbicas durante o Vem Pra Cá da última terça-feira (1º).

“Vamos falar sobre um assunto delicado. Hoje, Patrícia Abravanel, minha tia, fez um comentário no programa que me pegou de um jeito que não ficou legal. O comentário que ela fez foi em cima de um ocorrido com a Rafa Kalimann e o Caio Castro anteontem”, começou ele.

Tiago explicou que a polêmica começou quando Caio Castro e Rafa Kalimann foram atacados por causa do post de um pastor. “Eles postaram um vídeo de um pastor falando que não concordava com o casamento gay, mas que respeitava. Isso gerou algumas retratações deles. E aí, a Patrícia e o Gabriel Cartolano comentaram”, relatou.

No programa de ontem, Patrícia Abravanel fez do fato de um homem ou uma mulher se relacionar com alguém do mesmo sexo um bicho de sete cabeças:

“Assim como LGDBTQYH não sei… Querem o respeito, eu acredito que [o grupo] tem que ser mais compreensivo com aquele que hoje ainda não entende direito e está se abrindo para isso. E é difícil quando a gente vai educar os filhos e falar sobre isso, sabia? Então eu vou falar para o pessoal do LGBTQIC: é muito difícil educar filhos e falar com o meu filho, como falar com o meu filho? A gente vem de um [mundo] conservador. A gente não sabe lidar”.

Tiago Abravanel esclareceu que fez o vídeo “porque eu acredito que assim como ela falou ao vivo o que ela pensa, eu também preciso falar o que eu penso”. Em seguida, ele mandou um recado para a tia:

“Preciso tentar falar para você, tia, o como eu me senti assistindo, tá? Eu penso que, em primeiro lugar, orientação sexual não é uma questão de opinião. É uma questão de respeito. Você não precisa ser como eu, mas precisa respeitar quem eu sou e ponto final”.

“Opinar, você opina se uma roupa é bonita ou feia para você. Se você quer café ou chá ou se você gosta de doce ou salgado. Escolheu não. Ela nasceu assim, então, não é uma questão de opinião. Ponto. Quando se opina em relação a isso, esse é um ato homofóbico”, afirmou.

“Não é uma questão de ser radical. As pessoas sofrem com isso. As pessoas morrem por isso”, lembrou Tiago. Nos comentários do vídeo, Thiaguinho mandou palmas e Maisa Silva enviou corações.

“Te amo”, escreveu Mariana Rios. “Parabéns”, aprovou Adriane Galisteu. “Lindo, meu amigo”, completou Leandro Hassum. “Obrigado por me fazer aprender com você, meu amigo!”, agradeceu Rafael Zulu.

Confira:

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›