Tico Santa Cruz fala sobre forte posicionamento político e desabafa

Tico Santa Cruz
Tico Santa Cruz costuma falar o que pensa nas redes sociais (Imagem: Divulgação / G1)

Sem medo de falar o que pensa, Tico Santa Cruz deixa claro seu posicionamento político. Voz ativa nas redes sociais, o cantor revelou que seu desejo de falar sobre o assunto é algo que o acompanha há bastante tempo.

“Eu queria ser jornalista e comentarista político. Cursei até Ciências Sociais na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), em 1997. Não concluí o curso, mas continuei estudando e lendo muito sobre o tema“, contou o artista, em conversa com a Quem.

“Com a internet, acabei, de certa forma, me tornando o que queria ser. A internet foi me jogando para esse caminho”, afirmou o vocalista do Detonautas, que confessou que conhece o termo “cancelamento” desde 2012.

Alvo de ataques por sua postura crítica ao governo, Tico desabafou: “Vivemos uma democracia parcial. Sofremos muitas retaliações por conta dos posicionamentos políticos. Sofro ataques – inclusive no próprio meio artístico – desde 2012. Por causa do gabinete do ódio e dessa dinâmica de se criar fake news, tive inúmeros prejuízos financeiros e mental”.

“As pessoas tinham medo de ter o Detonautas em festivais por causa das letras e do posicionamento combativo. De 2018 para frente, tenho sentido uma diferença. Hoje em dia se cobra um posicionamento dos artistas e como a gente já faz isso há anos, temos uma bagagem maior e temos recebido mais apoio”, explicou.

“Sinto até que os ataques de ódio pela rede social diminuíram. Cada vez menos as pessoas se propõem a defender esse governo, que é vergonhoso. E os robôs estão direcionando para outras pessoas os ataques de ódio”, pontuou.

Para lidar com esse cenário, Tico Santa Cruz cuida muito do seu psicológico: “A gente trata a saúde mental para conseguir lidar com os sentimentos. A minha personalidade é combativa. Quanto mais me atacam, mais vou para cima. Isso, de certa forma, foi uma blindagem que criei. Nunca me intimidei”.

“Cresci em um ambiente de conflito, que é um ambiente normal para mim. Trabalho na terapia as brigas que valem a pena brigar. Por minha essência, entraria em todas as brigas, mas na pandemia tive esse crescimento pessoal”, declarou o cantor.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›