Tom Cavalcante revela ser vítima de calote de mais de 2 milhões de dólares

Paulo Carvalho

04/07/2021

Tom Cavalcante

Tom Cavalcante é alvo de calote de banco fora do país (Imagem: Reprodução / Globo)

O humorista Tom Cavalcante entrou na Justiça para reaver nada mais que 2,3 milhões de dólares que estariam em duas contas de sua propriedade em um banco no Panamá.

Segundo a revista Veja, a defesa do famoso afirma que praticamente todos os recursos foram retirados do FPB Bank, sem sua autorização, no início de 2016, e transferidos para um fundo de investimentos em Belize.

Tom Cavalcante foi surpreendido com o sumiço dos valores e o dinheiro que sobrou na conta: 55 mil dólares. A instituição é conhecida no mundo por praticar lavagem de dinheiro. Em 2017, o banco sobre uma intervenção do Banco Central do Panamá.

Ainda de acordo com a reportagem, os advogados do artista tentam o chamado “protesto interruptivo da prescrição”, que é pensado quando o credor precisa de tempo num título de crédito que está próximo de ser prescrito.

No Código de Defesa do Consumidor, existe a determinação de cinco anos o tempo máximo para reparação pelos danos relativos à prestação dos serviços. A ação corre na Justiça do Brasil, com pedido de cooperação jurídica internacional.

Há semanas, Tom Cavalcante apareceu como um dos possíveis alvos da Band para 2022. ELe, Miguel Falabella e Marisa Orth entraram na mira do canal para um sitcom.

No final de 2020, o comediante revelou detalhes de um processo movido por Silvio Santos. “Eu tive um processo antológico do Silvio Santos, quando eu estava na Record. Foi um processo que gerou uma confusão muito grande porque, junto com o diretor Vildomar Batista, que liberou imitar”, recordou.

“Então, trouxeram Sergio Mallandro pra bancada, junto com a Flor, Sonia Lima, Maestro Zezinho pro piano. Fizemos com todo aquele pessoal dele, o Silvio Santos. Caracterização e uma banda ao vivo. Quando eu entrava, havia uma câmera de longe e as pessoas viam o Silvio Santos”, continuou Tom.

“No processo veio destacado este momento. ‘Chega a confundir com o apresentador original. O formato e a imitação'”, expôs em conversa com o Pânico, da Rádio Jovem Pan.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo Carvalho
Escrito por

Paulo Carvalho

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].