Única trama brasileira inédita, Amor Sem Igual mantém vice para a Record

Amor Sem Igual
Day Mesquita (Angélica / Poderosa) em Amor Sem Igual; novela inédita, produzida no Brasil, garante boa audiência para a Record (Imagem: Reprodução / Record)

Única novela inédita em exibição, das produzidas no Brasil, Amor Sem Igual segue fazendo bem à audiência da Record. Dados obtidos na Grande São Paulo nesta segunda-feira (28) mostram que a trama de Cristianne Fridman está tranquila na vice-liderança, com vantagem sobre o concorrente SBT. Escrava Mãe (2016) também ocupou a segunda colocação.

No ar das 21h03 às 21h55, Amor Sem Igual acumulou 8 pontos, 10 de pico e 12% de participação no número de televisores ligados (share). Na mesma faixa, 7 para o terceiro colocado. O capítulo em questão trouxe a busca da polícia e de amigos por Poderosa (Day Mesquita), após o assassinato de Ramiro (Juan Alba), pai dela. Ainda, a versão de Tobias (Thiago Rodrigues) sobre o crime.

Logo depois, entre 20h55 e 22h46, Jesus (2018) alcançou 5,6 pontos, 8 de pico e 9% de share. O folhetim, que entrou na reta final, trouxe o calvário de Jesus (Dudu Azevedo), em sofrimento ao carregar sua cruz até o Calvário.

Já à tarde, das 15h20 às 16h43, Escrava Mãe amealhou 4,7 pontos, 10 de pico e 10% de share. Neste período, 4 do SBT. O foco esteve na proposta de fuga feita por Miguel (Pedro Carvalho) a Juliana (Gabriela Moreyra).

Cabe lembrar que, em janeiro, a dramaturgia da Record sofrerá alterações. Gênesis vai substituir Amor Sem Igual. Já Jesus deve dar lugar para uma série; há burburinho na internet sobre a possível reapresentação de Jezabel (2019).

Duh SeccoDuh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog "Vivo no Viva", repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›