Valesca Popozuda revela que se convidou para o BBB e fala de atitude de Boninho

Valesca Popozuda
Valesca Popozuda fez revelação envolvendo vontade de entrar no BBB (Imagem: Reprodução / Instagram)

Valesca Popozuda já participou de A Fazenda e do Ilha Record, mas ainda tem vontade de participar do BBB. Em entrevista no OtaLab, do UOL, a funkeira declarou que já tentou falar com Boninho, que é o diretor do reality show da Globo, mas ainda não recebeu resposta.

“Eu iria, mas o Boninho não me quer. Chamei ele no direct, falei com ele, mas ele não fala comigo, não me responde. Acho que ele nem me segue. Dizem que quando a gente já participou dos realities da Record, ele não põe no ‘BBB’“, disse a artista.

Valesca Popozuda ainda revelou ter o sonho de ir para “a casa mais vigiada do Brasil”: “Eu sempre quis ir para o ‘BBB’, sempre foi o meu sonho de reality, mesmo antes de entrar na ‘Fazenda’, mas naquela época eram só anônimos. Hoje que eles colocam pessoas famosas, mas a gente joga para o universo e continua sonhando”.

Recentemente, a cantora será a mais nova produtora de conteúdo do OnlyFans, site adulto, em que os assinantes pagam uma mensalidade para ver registros íntimos dos donos dos perfis.

Em entrevista ao jornal Extra, a funkeira revelou: “Lá no Twitter eu sempre via as contas e me divertia, e muitos fãs brincavam: ‘Faz uma conta’, então eu fiz”. E essa não é a única novidade da cantora. No mês passado, Valesca lançou a música Presentinho, letra inspirada em um momento íntimo.

Na música, a artista fala sobre um rapaz que conheceu, e que queria fazer sexo anal logo no primeiro encontro. “Chegou agora e quer sentar na janelinha?”, disparou a famosa.

Divertida, a Popozuda ainda completou: “Foi muita audácia, nem chegou no ônibus e queria sentar na primeira fileira? (Risos) Mas eu me diverti. O público pode esperar muita diversão, eu vou contar um caso pessoal em forma de música”.

Segundo a publicação, o single é o primeiro da cantora lançado pela The Orchard, subsidiária da Sony Music e sediada em Nova York (EUA). Feliz de ver sua carreira indo bem, a funkeira afirmou:

“Tive que comer muita poeira, porque eu andei foi chão. Hoje eu olho pra trás e vejo que tudo valeu a pena. O funk está sendo totalmente valorizado depois de muitos anos, isso só vai somar para a futura geração que estava vindo, está pegando um momento muito bom do ritmo”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›