Virgínia Fonseca solicita serviço para pessoas de baixa renda em processo e se defende

Virgínia Fonseca causa polêmica e se pronuncia (Imagem: Reprodução / Instagram)

Após Pedro Rezende vencer o processo que movia contra a ex Virgínia Fonseca, a influenciadora está sendo acusada de tentar se beneficiar com um serviço voltado para pessoas de baixa renda.

Ela teria solicitado justiça gratuita no processo trabalhista que movia contra ele, com o objetivo de se isentar do pagamento de custas e despesas processuais. No entanto, ela não se encaixa na categoria.

A notícia foi dada pelo Portal Migalhas, especializado em Direito. Mas Virgínia chega a usar looks avaliados em R$ 80 mil, de acordo com o PurePeople, e não esconde de ninguém que é milionária.

Veja Também

O juiz negou o pedido e teria afirmado que a solicitação “beira a má fé”. Mesmo sem ter conseguido o benefício, sua atitude foi detonada, já que ela ocuparia o lugar de pessoas que realmente precisam dele.

Após a exposição pública, ela confirmou que fez a solicitação, mas acusou a sua equipe jurídica de ter sido a responsável:

“Por isso, trocamos o jurídico. Fui mal instruída na época… Mas como o próprio Rezende já disse, já tudo resolvido e ele até comemorou. Já tá resolvido, graças a Deus. O jurídico foi fraco, por isso, trocamos. Demos sete vacas e pagamos a dívida”.

Segundo informações do colunista Leo Dias, do Metrópoles, o youtuber e a influenciadora entraram em um acordo para seguir com suas vidas profissionais.

Após a vitória, o famoso chegou a causar polêmica ao comemorar o fato em suas redes sociais. Na imagem, Rezende aparece ao lado dos seus advogados. “Jurídico muito forte, bebê. Chora não“, disparou na legenda.

No acordo, Virgínia Fonseca ficou certa de que precisa pagar a quantia de R$ 2 milhões para o ex-namorado.

De acordo com fontes da coluna, o acordo também prevê o silêncio de ambos que não podem falar sobre o assunto publicamente ou divulgar quaisquer informações referentes a decisão judicial.

Virgínia Fonseca quebrou contrato

O processo entre os dois começou logo no início deste ano. Segundo Leo Dias, a ação foi aberta porque a loira iniciou seu trabalho na web trabalhando na agência de marketing de influência do então namorado, a ADR.

No entanto, quando o relacionamento chegou ao fim, ela decidiu sair da empresa. Pela quebra do vínculo empregatício, a defesa da instituição cobra R$ 4 milhões de indenização para a atual esposa de Zé Felipe.

Em conversa com a publicação, o famoso afirmou na ocasião:

 “Para te falar claramente, não estou nem por dentro disso. Deixo com os meus sócios, não sei detalhes, não quero saber também. Deixo com os meus sócios, justamente, porque tem uma parte para trás, antes disso”.

Questionado sobre se costuma agir assim com o que o decepciona, Rezende disse: “Justamente para não ter conflito, acho desnecessário. O que a gente como agência poderia fazer, a gente fez. Procuro sempre me afastar de polêmica, treta, conflito”.

Em contrapartida, Virgínia entrou com um processo trabalhista contra Rezende pedindo a anulação da multa rescisória por ter saído da empresa antes do tempo estipulado, além de solicitar o recebimento de seus direitos trabalhistas, como férias, verbas rescisórias, FGTS e outros.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›