Viúva de Wagner Montes, Sônia Lima abre o jogo sobre recomeço e novo amor

Sônia Lima
Sônia Lima entrou em depressão após a morte de Wagner Montes (Imagem: Reprodução / Instagram)

Foi necessário mais de dois anos desde a morte de Wagner Montes para que Sônia Lima conseguisse olhar para si própria. Em conversa com a revista Quem, a apresentadora falou sobre a dor da perda do esposo e tudo que enfrentou e enfrenta pela ausência do amado.

“Nunca imaginei minha vida sem o Wagner, mesmo sabendo da doença, nunca me imaginei sem ele. Está sendo difícil ainda. A primeira coisa que tive que aprender a lidar foi com o julgamento de pessoas, que não fazem ideia do que você viveu ou vive. Depois, acordar toda manhã e ver que não tinha uma vida, porque vivia apenas para ele, a vida dele e as necessidade dele”, desabafou Sônia, que perdeu o esposo em 2019. Wagner faleceu por um câncer de rim.

“Passei muito tempo casada e nos últimos anos nem vida social eu tinha. Então, está difícil reaprender a socializar, criar novas amizades e me permitir ser feliz. O recomeçar na minha idade é difícil e o mundo está muito diferente. Mas eu sou uma remanescente e tenho que seguir em frente. Estou procurando estabelecer uma rotina e criar a vida da Sônia. Estou aprendendo que tenho que me priorizar, focar em mim“, explicou ela.

“Entrar na pandemia atravessando o processo de luto e com depressão não é fácil. Minha força vem da minha fé em Deus, nele encontro paz, serenidade e força para seguir. Também tenho uma família abençoada que me dá todo o suporte, e alguns poucos amigos que estão sempre do meu lado. Também estou tentando retomar o meu trabalho mesmo na pandemia”, contou Lima, que também engatou um novo romance.

Sem revelar o sobrenome do novo amor, Sônia só disse que está conhecendo melhor o empresário Flávio. “Depois de um tempo, descobri que não sei ficar sozinha. E estou me convencendo e amadurecendo a ideia de recomeçar. É difícil confiar e abrir a guarda novamente. As pessoas ao meu redor me pediam muito para baixar a guarda”, declarou.

“Apesar de estar amadurecendo a ideia, não estava desesperada procurando alguém, então em um dia triste de pandemia na minha casa, um amigo me apresentou um amigo dele. Nenhum dos dois estava buscando nada. Começamos uma amizade e, de repente, para minha surpresa, eu tinha baixado a guarda”, disse.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›