Viúvo decide vender as roupas de Paulo Gustavo em leilão beneficente

Paulo Gustavo e Thales Bretas
Paulo Gustavo e Thales Bretas (Imagem: Reprodução / Instagram)

Viúvo de Paulo Gustavo, Thales Bretas surpreendeu ao anunciar que fará um leilão beneficente com as roupas do ator. Serão disponibilizadas várias peças pessoais que ele costumava usar.

Entre elas, está um figurino que o humorista usou no filme Minha Vida em Marte. Trata-se de um cardigã xadrez, uma camiseta verde alongada, calças jeans e o famoso chapéu verde.

Por meio das redes sociais, o famoso divulgou a notícia e explicou:

“Este ano, Médicos Sem Fronteiras (MSF) completa 50 anos de dedicação à humanidade e, para marcar essa data, a organização promoverá um leilão beneficente. Eu fiz a doação de um figurino que Paulo usou em ‘Minha Vida em Marte’ e roupas do acervo pessoal dele”.

Trata-se de um projeto de ajuda humanitária e voluntário ao redor do mundo, que ajuda pessoas que precisam de atendimento médico. Paulo Gustavo, vale lembrar, morreu em maio deste ano, vítima de complicações da Covid-19.

Mãe de Paulo Gustavo desabafa

Recentemente, Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, falou sobre como tem lidado com a perda do filho. No Instagram, a matriarca fez uma publicação sobre a fé.

Alguns dias me pedem força, outros coragem e todos os dias fé”, dizia uma postagem compartilhada por Déa. Na legenda, a senhora escreveu: “E assim vou vivendo. A fé me sustenta”.

Nos comentários, os internautas mandaram mensagens de apoio.  “Deus vai dar à senhora essa força… Ele é grande!“, disse uma seguidora.

“Ah! Sua linda, você nos inspira demais, sua força e sua fé nos fazem acreditar que devemos continuar. Que Deus a proteja”, escreveu outra. “Força, Dona Déa, a gente te ama!“, afirmou uma terceira.

Recentemente, durante uma entrevista com a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Lúcia contou que se mudou de Niterói para o Rio de Janeiro para ficar perto de Gael e Romeu, seus netos.

Os meninos, que moram com Thales Bretas, na Lagoa, passam às terças e quintas no Leblon com a avó.

Sobre a dor da perda de Paulo, a matriarca desabafou: “Não acalma. É cada dia pior. Cada vez sinto mais falta dele. Paulo Gustavo era um homem com h maiúsculo. Aquele homem com quem você sabia que podia contar. Um cara bondoso. Tinha o gênio dele, como todo mundo. Porque ninguém é perfeito”.

“Ele faz muita falta, era um amigão. Virou mais tarde meu protetor. No final, ele era meu pai. Fazia tudo por mim, pela família, pelos amigos, pelo Brasil. Ele fez tudo o que você possa imaginar para ajudar o próximo”, recordou.

Confira:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›