William Bonner explica decisão da Globo de liberar repórteres do uso de máscaras

William Bonner
Bette Lucchese foi a primeira a aparecer sem máscara no JN; William Bonner falou sobre decisão da Globo (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

A Globo começou a liberar os repórteres de usarem as máscaras nas reportagens em ambientes externos. Nesta quinta-feira (28), William Bonner chegou a explicar ao público a decisão e o Jornal Nacional até mostrou a repórter Bette Lucchese, no Rio de Janeiro, sem o acessório.

O âncora explicou que os jornalistas e entrevistados só aparecerão sem o item de proteção contra a Covid-19 caso alguns critérios sejam cumpridos.

“Com o avanço da vacinação, sempre que as autoridades sanitárias de cada Estado ou município recomendarem a liberação do uso de máscaras, os nossos repórteres e entrevistados poderão aparecer sem a proteção, desde que o índice de vacinação completa no município tenha chegado ao mínimo de 65% de população”, afirmou William Bonner.

Em seguida, então, o telespectador assistiu à uma reportagem de Bette sobre a flexibilização do uso de máscaras em locais abertos, implementada na cidade do Rio de Janeiro.

A determinação sobre a liberação do uso de máscaras já estava sendo aplicada para os correspondentes internacionais, por causa do avanço da vacinação em alguns países como, Estados Unidos, Reino Unido e Portugal.

Em maio de 2020, a Globo havia decidido que todos os seus jornalistas usariam máscaras inclusive quando apareceriam diante das câmeras, nas ruas.

Nesta quinta, logo no primeiro telejornal do Rio de Janeiro, o RJ1, os telespectadores notaram que os repórteres estavam sem usar máscaras nas ruas da cidade.

A decisão foi tomada após o prefeito, Eduardo Paes, publicar um decreto estabelecendo que uso de máscaras ao ar livre não é mais obrigatório na capital carioca. A mesma atitude foi tomada pelo SBT.

Publicado na última quarta-feira (27), o decreto prevê ainda a liberação em locais com pista de dança, nos quais a capacidade de público seja de até 50%. Em demais locais fechados, porém, segue valendo a obrigatoriedade.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›