William Waack ironiza Bolsonaro e chama apoiadores do presidente de “fanáticos imbecilizados”

William Waack
Apresentador da CNN Brasil foi detonado por fala sobre Bolsonaro (Imagem: Reprodução / CNN Brasil) 

William Waack virou um dos assuntos mais comentados do momento no Twitter, nesta quinta-feira (26), por causa de um texto de opinião que ele publicou no jornal Estadão. No artigo, o jornalista criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ironizou os seus apoiadores.

O âncora da CNN Brasil declarou que o quadro mental do político é “para lá de preocupante”, e que seus apoiadores são “fanáticos imbecilizados”.

“Bolsonaro acha que manda, mas não comanda nada a não ser fanáticos imbecilizados em redes sociais que não sabem até agora muito bem onde está o ‘Palácio de Inverno’ a ser tomado e ocupado. Eles são contra um monte de coisas, mas ainda aguardam uma ordem específica do ‘mito’ sobre em qual direção marchar e qual inimigo precisam aniquilar”, escreveu o famoso.

Waack, em seguida, começou a ser detonado por bolsonaristas, que rebateram afirmando que existe uma conspiração contra Bolsonaro. Alguns internautas até lembraram da demissão do apresentador da Globo após o vazamento de uma fala racista em 2017.

“E pensar que cheguei a defender o Waack, aqui nas redes, quando foi demitido da Globo pela acusação de racismo…”, disparou um usuário do Twitter.

Outro disse: “Waack, demitido por claramente expor sua opinião racista, hoje totalmente esquerdista, precisa atacar Bolsonaro e seus apoiadores com total ignorância, para poder subir no palco e ter seus 10 minutos de fama…”.

Confira a repercussão:

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›