5 momentos em que Felipe Neto confrontou Jair Bolsonaro

Felipe Neto
Felipe Neto esculachou Bolsonaro em algumas oportunidades neste ano (Imagens: Reprodução – Instagram – Agência Brasil / Montagem – RD1)

Felipe Neto está radiante por fazer parte da seleta lista dos 100 mais influentes do mundo de 2020 pela revista Time. O youtuber é o 11º brasileiro a entrar no ranking, que existe desde 2004. Quem também está presente na revista deste ano é o seu principal opositor: o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

Desde as eleições de 2018, Neto tem sido um ferrenho crítico do político. As críticas foram intensificadas com o início do mandato do presidente e não pararam mais. Por isso, vamos lembrar de cinco momentos em que o famoso não pensou duas vezes, confrontou Bolsonaro e deu o que falar.

Polêmico vídeo para o New York Times

Sem sombras de dúvida, o vídeo do empresário para o New York Times em julho deste ano foi muito importante para fazer ele chegar até o ranking da revista norte-americana. Na gravação, em inglês, o influenciador soltou o verbo contra Bolsonaro e ainda o elegeu o “pior presidente do mundo”. No mesmo vídeo, ele também criticou a postura do presidente em relação à pandemia no brasileiro. Ele ainda pediu para que os norte-americanos não reelejam Donald Trump.

Participação no Roda Viva

Antes desse polêmico vídeo para o New York Times, Felipe fez duras críticas ao nosso presidente no Roda Viva, da TV Cultura. O youtuber disse que o governo brasileiro “vive e se alimenta” do caos e que o político é uma ameaça.

“A gente tem um cenário onde a equipe do presidente não está preocupada em falar sobre o plano de governo, ou medidas de solução. Ela está preocupada em inflamar. Infelizmente, o governo atual do Brasil vive do caos, vive da promoção do caos, do desespero, do medo. É disso que ele se alimenta”, disparou o digital influencer. Ele ainda chamou Jair de “fascista” e condenou atitudes dele contra jornalistas.

Revelou o motivo do “barulho” contra Bolsonaro

Em uma participação no Saia Justa, do GNT, o crítico ferrenho de Bolsonaro explicou o motivo pelo seu “barulho” nas redes sociais: “Se a situação do Brasil não estivesse tão caótica, ele não precisaria estar tendo que fazer barulho nas redes sociais para chamar a atenção das pessoas”.

“Se a situação [do país] não estivesse tão caótica, tão absurda, o youtuber de entretenimento que faz vídeos de ‘Minecraft’ não precisaria estar no Twitter ou em outras redes sociais fazendo tanto barulho, e gritando tanto, para chamar a atenção [das pessoas] para o que está acontecendo“, desabafou ele.

Pedido de medida drástica

Felipe Neto chamou a atenção ao utilizar o seu perfil no Twitter, no começo da pandemia do coronavírus, para pedir uma medida drástica contra o presidente. Na época, ele havia dado um polêmico pronunciamento sobre a doença.

“Agora, definitivamente, e de uma vez por todas, o lugar do Bolsonaro é na cadeia. Todos os países desenvolvidos do planeta estão combatendo a crise do vírus com isolamento e quarentena. Como que esse filho da put* energúmeno do caralh* acha que entende mais que todos os países do mundo. Arrombad* desgraçad* de mard* assassino!”, disparou o famoso.

Atitude contra famosos por causa de Bolsonaro

Outro ponto auge do ano de 2020 para o empresário foi um vídeo em que ele gravou, em maio deste ano, detonando famosos que não se posicionam contra o governo. Ele parou de seguir nomes de grandes cantores, atores e influenciadores e desabafou: “Influenciador que não se manifesta agora, é cúmplice. Estamos oficialmente contra um regime fascista. E quem se cala perante a um regime fascista, é fascista. Ponto final”.

O famoso chamou os artistas de “covardes”, pois estão “mais preocupados com a quantidade de seguidores e dinheiro que ganha do que com o futuro pátria e a liberdade”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Vídeo-carta aberta para todos os influenciadores e artistas do Brasil.

Uma publicação compartilhada por Felipe Neto (@felipeneto) em

CONTINUE LENDO →

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com