Alexandre Frota não descarta “surpresa” em investigação sobre ataque à Joice Hasselmann

Alexandre Frota
Alexandre Frota se manifesta sobre atentado à Joice Hasselmann e ataca eleitores do presidente Jair Bolsonaro (Imagem: Reprodução – TV Cultura – CNN Brasil / Montagem – RD1) 

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) soltou sua opinião sobre o atentando à deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), que sofreu um atentado em seu apartamento, em Brasília, na última sexta-feira (23).

No Twitter, o tucano afirmou que nomes ligados ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comemoraram e até sorriram após o ataque contra a ex-aliada do governo.

“Bolsonaristas covardes, sujos, canalhas, comemoram nas redes sociais a agressão à uma mulher. Até deputados do PSL rindo. Reflexo do calhorda que está na Presidência. Vamos aguardar as investigações. Quem sabe a gente não tenha uma surpresa”, sugeriu. 

Alexandre Frota foi um dos poucos parlamentares que reagiu em defesa da apuração do caso do acidente de Hasselmann. A Polícia Legislativa começou as investigações ontem.

Acidente ou atentado?

Em entrevista à CNN Brasil, Joice Hasselmann contou que pensou que os seus ferimentos foram provocados por um mal-estar. “Fui internada no ano passado com um princípio de infarto que acabou não se concretizando. Achei que o acidente tivesse algo a ver com isso e eu acabei caindo e batendo o nariz”, declarou.

“Quando estava me limpando vimos o corte profundo no queixo e percebemos que não foi uma queda”, observou. A deputado salientou que nenhum funcionário passou a madrugada em sua residência. “Raramente funcionários passam a noite no meu apartamento. Depois do acontecido tenho dois funcionários passando a noite, inclusive um armado”, avisou.

“Os seguranças do departamento de polícia me escoltam em todo lugar desde que começaram as ameaças de morte, mas a escolta é no deslocamento, não ficam no apartamento”, confirmou.

A ex-apresentadora solicitou câmeras de segurança em todas as entradas do apartamento. “É inadmissível que um prédio público não tenha esses equipamentos sob o pretexto de garantir a privacidade dos parlamentares. Todos têm que saber quem entra e sai de imóveis públicos”, defendeu.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›