Alexandre Garcia é demitido da CNN Brasil após ser desmentido ao vivo

Alexandre Garcia
Alexandre Garcia é demitido da CNN Brasil após inúmeras polêmicas (Imagem: Reprodução / CNN Brasil)

O comentarista Alexandre Garcia foi demitido da CNN Brasil nesta sexta-feira (24). A informação foi confirmada pelo canal de notícias, que deixou claro que a rescisão partiu da empresa e não do jornalista.

A decisão veio horas depois de Garcia ter defendido no quadro Liberdade de Opinião o tratamento precoce contra a Covid-19 com remédios sem eficácia comprovada. E pior, desta vez ele defendeu a operadora Prevent Senior, que está sendo alvo de investigação após polêmicas nesta semana.

“Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2 às vezes evitam hospitalizações”, disparou ao vivo.

Elisa Veeck, âncora do CNN Novo Dia, falou em nome do canal de notícias desmentindo as informações dadas pelo colega:

“Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”.

Na nota sobre a saída de Alexandre Garcia, a CNN Brasil reforçou o compromisso “com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo” e deu luz enfaticamente ao motivo da demissão:
“A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada”.

Confira a nota na íntegra:

“A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24).

A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.

O quadro Liberdade de Opinião continuará na programação da emissora, dentro do jornal Novo Dia.

A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo.”

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›