Alvo de ataque, André Marinho dá voadora em Rodrigo Constantino

André Marinho
André Marinho surpreende Rodrigo Constantino no Pânico (Imagem: Reprodução – Jovem Pan / Montagem – RD1)

André Marinho deu uma situada em Rodrigo Constantino durante o Pânico, na Jovem Pan, na última quinta-feira (28). Os dois repercutiram a entrevista do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na estreia da JP News e, em tom sério, o humorista detonou o jornalista.

“Meu irmão, você recebe o respeito que você transmite. Ele é o presidente mais indecoroso da história. Um sujeito que cria crise diplomática ofendendo a primeira-dama da França, em cerimonias oficiais usa chinelo e camisa falsa do Palmeiras, ele é o cara do: ‘E daí? Eu não sou coveiro!'”, listou.

Marinho continuou: “Desrespeito absoluto a memória de 600 mil famílias enlutadas no nosso país”. Na sequência, Constantino tomou a palavra e debochou: “Isso é narrativa. Discurso político”.

Acusado de lacrar em cima do presidente, o comediante jogou suas críticas contra o colega de emissora. “Você é um sujeito que é processado e condenado por zombar da dependência química alheia no caso do Fábio Assunção, você lacrou às custas da Letícia Spiller com o assalto na casa dela, você lacrou com o cabelo da Scarlett Johansson. Quem é você para falar de lacração?”, indagou.

“E não vou nem falar da tua família!”, disparou André Marinho. “As pessoas não querem ver o programa!”, revelou Constantino. “Ninguém quer ver… Sucesso de audiência ontem”, desmentiu o anti-bolsonarista.

Entrevista quente

Na quarta-feira (27), a produção do Pânico conseguiu uma entrevista com Bolsonaro para a estreia da JP News, na TV por assinatura. A crise entre o presidente e Marinho não demorou muito.

Tudo ocorreu quando o humorista, ao fazer uma pergunta, citou preocupação com o retorno do PT ao poder e indagou ao presidente se “rachador” tem que ir para a cadeia ou não.

“Ô Marinho, você sabe que eu sou presidente da República, eu respondo sobre meus atos, tá ok? Então, não vou aceitar provocação tua. E você recolha-se aí ao teu jornalismo. Não vou aceitar, senão encerro a entrevista agora. Não vou aceitar”, iniciou o presidente.

Bolsonaro completou: “O teu pai é o maior interessado na cadeira do Flávio Bolsonaro. Não vou discutir contigo ou acabo a entrevista agora aqui. O teu pai quer a cadeira do Flávio Bolsonaro, eu decidi com o Flávio indicar teu pai para primeiro suplente, em confiança nele. Não tem mais conversa contigo”.

Confira:

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›