André Rizek ataca Hamilton Mourão após polêmica sobre ditadura

André Rizek
André Rizek rasga o verbo contra Hamilton Mourão (Imagem: Reprodução – SporTV – Globo / Montagem – RD1)

Apresentador dos programas do SporTV, André Rizek ficou chocado com os elogios do vice-presidente Hamilton Mourão ao coronel Brilhante Ustra, o único integrante da ditadura militar que foi condenado por tortura. O famoso reagiu no Twitter dizendo que “não há nenhum tipo de honra na tortura”.

Rizek compartilhou a notícia que bombou nesta semana no meio político e desabafou: “Respeitava os direitos dos subordinados… Quem discordava da ditadura, ele torturava e matava. Não há nenhum tipo de honra na tortura, apenas covardia, maldade e um nome a ser amaldiçoado para sempre na história”.

Em entrevista ao jornal alemão Deutsche Welle, Mourão disse que o coronel, morto em 2015 e apontado por perseguidos políticos da época como um torturador e assassino, foi seu comandante no final dos anos 1970 e um homem que tinha honra e que “respeitava os direitos humanos de seus subordinados”.

“Então, muitas das coisas que as pessoas falam dele, eu posso te contar, porque eu tinha uma amizade muito próxima com esse homem, isso não é verdade”, garantiu o braço direito do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Para o general da reserva do Exército, os militares “fizeram coisas muito boas pelo Brasil e outras coisas não foram tão bem” e afirmou que a história “só pode ser julgada com o passar do tempo”.

Confira:

CONTINUE LENDO →

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.