Angélica, Eliana e Xuxa ganham status no streaming

Angélica, Xuxa e Eliana
Angélica, Xuxa e Eliana se aventuram no streaming após carreira de sucesso na TV aberta (Imagem: Reprodução / Instagram)

Os assinantes de plataformas de streaming no Brasil podem esperar grandes estreias nos próximos meses. Isso porque, nos últimos meses, artistas consagrados na TV aberta fecharam acordos para se aventurar no outro meio. Este é o caso de três estrelas que marcaram gerações na televisão: Xuxa Meneghel, Angélica e Eliana.

As loiras, que fizeram sucesso com o público infantil entre os anos de 1980 e 1990, e até hoje são reconhecidas, vão lançar formatos inéditos. Elas prometem chamar a atenção. Sem contrato com a Globo há alguns meses, Angélica deve ser a primeira a chegar ao “on demand”. A esposa de Luciano Huck lançará ainda neste ano o Jornada Astral, na HBO Max.

Considerada a principal aposta da plataforma, que lançada recentemente, a ex-Globo, inclusive, receberá as amigas no seu novo programa. Um dos pontos fortes da atração – um talk-show que envolve astrologia – será o seu cenário. “Um cenário como nunca foi visto“, dizem os produtores.

Diferente de Angélica, Eliana não fará entrevistas com famosos em seu primeiro projeto na Netflix. Estrela dos domingos do SBT, a artista já gravou toda a primeira temporada do Ideias à Venda, em que ajuda empreendedores a viabilizarem seus negócios no Brasil. A plataforma ainda guarda em total sigilo os detalhes sobre o formato e também a data da sua estreia. No entanto, não será nenhum espanto se o projeto só estrear em 2022.

Também deverá ser lançado no próximo ano o primeiro programa de Xuxa Meneghel desde que ela deixou a Record. Muito cotada para voltar à Globo, a eterna “Rainha dos Baixinhos” anunciou nesta semana o seu contrato com a Amazon Prime Vídeo. Ela comandará o Caravana das Drags, ao lado de Ikaro Kadoshi.

Focadas cada vez mais no mercado brasileiro, as empresas de streamings ainda estrearão realities e programas comandados com outros grandes nomes da televisão, como Marcos Mion, Tom Cavalcante, Ingrid Guimarães, Murilo Rosa e Lázaro Ramos.

Negócios à parte?

Foi-se o tempo em que a Globo tratava a concorrência com “distanciamento”. Após o GShow focalizar os realities da concorrente Record, em matérias sobre participantes comuns nos mais diferentes formatos incluídos neste gênero, o podcast Novela das 9 tratou da série sobre Daniella Perez, em produção na HBO Max. Gloria Perez, mãe da atriz brutalmente assassinada por um colega de elenco, revelou ter entregue seu arquivo sobre o caso para os diretores Guto Barra e Tatiana Issa.

Linha do horizonte

A Cultura prepara uma série documental sobre companhias aéreas que operaram no Brasil, como a Panair e a Varig. O Último Pouso – A História Vista de Cima conta com direção de Henrique Bacana, também responsável por Os Campeões de Audiência – ótima produção sobre os 70 anos de televisão no Brasil, disponível no YouTube.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Enfim, vem aí?

O Fantástico deste domingo (10) promete surpresas sobre o BBB 2022. Ao que tudo indica, Tadeu Schmidt será oficializado como apresentador do reality. Resta saber quem ocupa a vaga dele no “show da vida”. Mudanças no comando da revista eletrônica são cogitadas há tempos. E incluem Poliana Abritta…

Jus ao título

O Vale a Pena Ver de Novo exibe hoje (8) o último capítulo de Tititi (2010). Para nós, Duh e Luiz Fábio, imenso prazer em rever a obra de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari que não só extraiu o melhor do original de Cassiano Gabus Mendes, como incrementou a narrativa com temas pertinentes tanto na época da exibição original, quanto na desta reprise. Além, claro, das referências a outros tantos clássicos das novelas…

Duh Secco e Luiz Fábio Almeida
A coluna Curto-Circuito é assinada por Duh Secco e Luiz Fábio Almeida, editores-assistentes do RD1 e reúne, de terça a sábado, logo cedinho, o que é e vai virar notícia nas próximas horas envolvendo os movimentados bastidores da TV.
Veja mais ›