Após baixa, Quando Chama o Coração consolida vice-liderança para a Record

Quando Chama o Coração
Daniel Lissing (Jack) em Quando Chama o Coração; série recupera audiência da Record, na sexta-feira (27), após derrota para o SBT (Imagem: Reprodução / Record)

Série canadense escolhida pela Record para substituir a reprise de Topíssima (2019), Quando Chama o Coração recuperou a audiência na última sexta-feira (27), após o susto pelo qual passou no dia anterior (26). Na ocasião, o SBT abriu vantagem sobre a concorrente com a reapresentação de Chiquititas (2013). Os dados são referentes a Grande São Paulo.

No ar das 21h57 às 22h46, Quando Chama o Coração acumulou 7,5 pontos, 11,7 de pico e 11,3% de participação no número de televisores ligados (share). Na mesma faixa, 5,6 de média para o SBT. A Globo liderou com 28 pontos.

Na quinta-feira, a série também alcançou a vice (6,9). Foi derrotada, porém, nos décimos, pela reexibição de Chiquititas (6,9 x 6,8). O placar virou a favor da Record durante o confronto com o Programa do Ratinho (6,1 x 7).

Na sexta, emissora também amealhou a segunda posição com o Hoje em Dia: 5,1 x 3,7. O Balanço Geral SP anotou 8 durante o bloco jornalístico e 9,8 quando voltado para o quadro A Hora da Venenosa, sobre celebridades. A novela Prova de Amor (2005), em reprise nas tardes, atingiu 7 x 3,9. O Cidade Alerta bateu 7,3 de média. O Jornal da Record elevou para 9,9 pontos.

O destaque do dia ficou por conta de Gênesis. O folhetim bíblico, que se aproxima de mais uma mudança de fase, consolidou 11,4 pontos, 12 de pico e 16,6% de share, entre 21h e 21h57. O reality Ilha Record emplacou 7,6.

Já no terceiro lugar, atrás da Globo e do SBT, ficaram as edições nacional (1,6) e local (2,8) do Balanço Geral Manhã. Também o Fala Brasil, que garantiu 4 de média, e a série O Hospital, com 3,7.

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›