Após críticas por não se vacinar, Gabriel Medina manda a real na web

Gabriel Medina
Gabriel Medina afirmou que irá se vacinar (Imagem: Reprodução / Instagram)

Após ser duramente criticado por ter tido oportunidades, mas não ter se vacinado, Gabriel Medina resolveu se pronunciar. Nos Stories do Instagram, o surfista postou um comunicado.

“Vacina salva vidas, galera! Foi um erro eu não ter conseguido encaixar a imunização em minha agenda de treinos para os desafios desse ano, focado no campeonato mundial, mas em breve tomarei a minha. Enquanto isso, sigo tomando todos os cuidados e protocolos de segurança“, escreveu ele.

Para quem não sabe, o atleta foi proibido de disputar a última etapa do Mundial de Surfe por não ter se vacinado. Em uma live feita no seu canal na Twitch, Medina assumiu que não poderá participar da competição na Polinésia francesa.

“Eu não vou para Teahupoo porque eu não tomei a vacina e aí tem que fazer 10 dias de quarentena. Aí não dá tempo de ir do México, que é uma seguida da outra. Aí vou ser obrigado a não ir. Sacanagem. Mas de boa”, disparou ele.

Apesar de não participar da etapa, o esposo de Yasmin Brunet afirmou: “Eu posso descartar uma etapa, então está de boa”.

De acordo com o UOL, o surfista lidera o campeonato com 46.720 pontos e o segundo colocado é o medalhista de ouro na Olimpíada de Tóquio, Italo Ferreira, com 33.555.

Por falar na Olimpíada, a amada de Gabriel Medina poderá pagar caro por ter transmitido a disputa do atleta no local. Nos Stories, a modelo exibiu a competição mesmo sem ter direitos de transmissão.

De acordo com o colunista Lucas Pasin, do UOL, a transmissão da filha de Luiza Brunet foi acompanhada por até 70 mil pessoas em tempo real e sua última live chegou a ser interrompida pela rede social por uso indevido de imagens.

Marcio Andraus, sócio do CCLA Advogados, que trabalha com Direito Desportivo, declarou: “Ela utilizou indevidamente um direito restrito ao COI e a quem este autorize, que é de transmitir e/ou retransmitir retransmitir os eventos, inclusive por streaming e redes sociais. Tanto o COI como as empresas que adquiriram os direitos de transmissão teriam legitimidade para requerer a proibição para a transmissão e eventual punição”.

Gabriel Medina
Gabriel Medina fez publicação nos Stories do Instagram (Imagem: Reprodução / Instagram)

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›