Após derrota de Bolsonaro, fanáticos do capitão atacam Tiririca na web

Tiririca
Tiririca é alvo de eleitores de Jair Bolsonaro em rede social (Imagem: Reprodução – SBT / Montagem – RD1)

Na última terça-feira (10), a Câmara dos Deputados rejeitou a proposta de emenda à Constituição (PEC) para a implantação do voto impresso em eleições, plebiscitos e referendos. Derrotados, eleitores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ficaram irados e atacaram o humorista Tiririca, do PL.

O comediante fez parte da lista dos 218 deputados que votaram contra a proposta de emenda, que além de rejeitada foi arquivada. Além dele, nomes como Alexandre Frota (PSDB) Baleia Rossi (MDB) e Joice Hasselmann (PSL) votaram contra o desejo do Chefe do Executivo.

“Eu queria, mais uma vez, agradecer ao plenário desta Casa pelo comportamento democrático de um problema que é tratado por muitos com muita particularidade e com muita segurança. A democracia do plenário desta Casa deu uma resposta a esse assunto e, na Câmara, eu espero que esse assunto esteja definitivamente enterrado”, declarou Arthur Lira (PP), presidente da Casa.

Dos mais de duzentos nomes que ficaram contra o voto impresso durante a votação, os bolsonaristas escolheram o ex-integrante de A Praça É Nossa, do SBT, para ataques maldosos nas redes sociais. A maioria, no entanto, saiu em defesa da postura do deputado federal.

“[Ele] Tem ainda a profissão de palhaço, isso como artista… Mas não foi palhaço na hora de ser sério, e votou contra essa aberração de voto impresso, parabéns”, aprovou um usuário do Twitter. “O bolsominion revoltados porque ele votou contra essa tentativa de golpe da direita!”, apontou outro. “Imagina o Tirullipa que é bolsonarista bravo com o pai que votou contra o voto impresso”, cutucou um terceiro.

Confira a repercussão na web:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›