Apresentador da Globo reage contra pergunta racista em rede social

Globo
Pedro Lins usou seu Instagram para desabafar contra racismo (Imagem: Reprodução / Globo)

Apresentador do NETV 1ª edição, da Globo Nordeste, Pedro Lins usou o seu perfil do Instagram sobre uma pergunta racista que recebeu envolvendo telejornal, nesta quarta-feira (25).

“‘Racismo não existe, é tudo mimimi’. E aí me perguntaram ontem à noite: ‘Falo com quem da Globo para parar de colocar vocês, pretinhos, para apresentar o jornal?'”, iniciou o jornalista.

O âncora seguiu: “Estou compartilhando isso aqui para dizer a você, que também passa por isso, que você não está sozinho. E aproveitar para dizer também, como eu disso ontem para essa pessoa racista: Sorte? Não, amor. Aqui tem muito trabalho, muito estudo, muita força, muito foco e muita competência”.

Pedro Lins decidiu continuar com o desabafo e declamou uma poesia do autor Pedro Martins:

“Preconceito é uma ação / Onde a falta de virtude / Prevalece na atitude / De um ser sem coração / Ele pensa que é melhor / Que tem mais capacidade / Mas na verdade é maior / A sua imbecilidade / Se o sangue é da mesma cor / E a pele é só uma carcaça / Por que tanto desamor? / Tanta arrogância de graça? / Somos todos diferentes / Porque assim fomos feitos / Criaturas inteligentes, Apesar dos nossos defeitos”.

Nos comentários, o jornalista da Globo recebeu o apoio e o carinho do público. “Que absurdo! Racistas não passarão”, disse uma internauta. “Você é gigante, Pedro”, comentou outra.

“Aqui em casa de meio dia é hora de assistir ‘Pedro’ e tenho certeza que em outras casas também. Você arrasa”, garantiu um terceiro. “Isso é inveja da nossa pele linda”, declarou mais uma. “Excelente profissional que luta conosco as nossas causas”, desabafou um outro admirador.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›