Apresentador do Multishow detona cena de racismo reverso em novela da Globo

Pilar (Gabriela Medvedovski) e Samuel (Michel Gomes) em Nos Tempos do Imperador (Imagem: Divulgação / Globo)

A atual novela das seis, Nos Tempos do Imperador, causou polêmica por conta de uma cena controversa sobre racismo reverso, na qual insinuou que uma personagem sofreu preconceito por ser branca.

Na ocasião, Pilar (Gabriela Medvedovski) foi rejeitada pelo namorado, Samuel (Michel Gomes), e a condução da sequência acabou sendo detonada por muita gente, inclusive por contratados do Grupo Globo.

Foi o caso do influenciador AD Junior, que apresenta o programa Trace Trends no Multishow e no Globoplay, destacando que uma relação amorosa entre um negro e uma branca naquela época era impossível:

“A fala de um homem negro no período da escravidão dessa forma seria tão bizarra que chega a assustar quem assiste uma cena dessas. Quem foi o ser que escreveu esse texto?! Aplicar o conceito de racismo reverso numa fala é muito perigoso e essa cena vai morar na cabeça de milhares de pessoas. Um desserviço total”.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que a novela causa polêmica. Pouco depois da estreia, Ana Maria Braga deu mais uma bola ao dizer que, durante o período do Império, “o Brasil estava tentando ser civilizado”, ao falar sobre

A conta a história de Dom Pedro 2º, o segundo imperador do Brasil, e Ana disparou:

“O mais importante é que a novela tem um pouco de ficção, mas retrata tudo aquilo que aconteceu nessa época. Aonde a gente estava sendo civilizado, tentando uma civilização, e um momento muito difícil com uma escravidão que durou um maior tempo aqui na América do Sul e fomos o último país a libertar os escravos. Importante a gente entender de onde viemos e esse espaço vai retratar bem como é que os negros viviam nessa época e como eram tratados. Ana Maria Braga”.

A atriz Dani Ornellas, que estava ao vivo na cidade cenográfica que era mostrada pelo programa, porém, fez questão de corrigir a apresentadora e disse que os povos negros já eram civilizados, mas a sociedade brasileira não reconhecia:

“A história, para mim e para nós, povo preto, não existe manutenção da nossa cultura sem dança, sem canto. E quando nosso país viveu esses 300 anos do momento mais vergonhoso de nossa história, tentaram nos aculturar, nós sempre fomos civilizados. Só que não entendiam a nossa cultura de uma forma respeitosa”.

Confira:

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›