Apresentadores de Record e RedeTV! lideram lista de cachês pagos por Bolsonaro

RedeTV!
Sikêra Jr e Marcelo de Carvalho receberam cachê do Governo Bolsonaro (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

O Governo Bolsonaro pagou bons cachês para nomes de Record e RedeTV! ao longo dos últimos dois anos e meio. Por meio da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social), os artistas participaram de várias campanhas publicitárias pró-governo.

Uma planilha da secretaria com nomes e valores foi enviada à CPI da Pandemia, segundo a Folha de S. Paulo. Enquanto alguns falaram sobre “cuidado precoce” e agenda positiva, outros comentaram sobre a cédula de R$ 200, a violência contra a mulher e outra meia dúzia de iniciativas governistas.

Vice-presidente da RedeTV!, o apresentador Marcelo de Carvalho recebeu R$ 122 mil em 11 cachês por meio das suas empresas, a New Mídia Serviços e a TV Ômega Ltda.

A Sikêra Jr, a pasta fez sete repasses para a empresa do comunicador, a José Siqueira Barros Junior Produções. O total de todos os pagamentos chegou a R$ 120 mil.

Entre os exemplos, Sikêra recebeu R$ 24 mil por uma campanha que orientou cidadãos com suspeita de Covid-19 a procurarem atendimento nos primeiros sintomas da doença. Em outra, ganhou R$ 16 mil para participar da Semana Brasil 2020, “para celebrar a retomada, com segurança, da economia e dos empregos”.

Além da dupla, Luciana Gimenez e Luís Ernesto Lacombe receberam por campanhas do governo. Na Record, Cesar Filho recebeu 11 cachês em um total de R$ 525 mil.

Ana Hickmann, nove cachês, totalizando R$ 411 mil. Ticiane Pinheiro e Luiz Bacci apareceram na lista, assim como Marcos Mion, apresentador recém-contrato da Globo.

Resposta

O apresentador do Alerta Nacional falou sobre o assunto em seu programa ao vivo. “Sikêra, é verdade que você ganhou R$ 120 mil? Ganhei! E tô esperando mais. Sabe como se ganha esse dinheiro? Trabalhando honestamente. Esse dinheiro ia para a Folha de S. Paulo, ia para TV Globo e aí não vai mais”, cutucou.

“Passaram a distribuir para as pequenas empresas, para as pequenas emissoras. Por isso o cachê é pequeno”, explicou ele, que cutucou Jair Bolsonaro no ar: “É  pouco demais. Ei, Bolsonaro. Aumente, viu, eu exijo um aumento. De dezembro até agora só deu 120 mil conto?”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›