Autores revelam detalhes da criação de Malhação: Sonhos e elenco comemora reprise

Malhação
Isabella Santoni, Rafa Vitti, Arthur Aguiar e Bruna Hamú em Malhação: Sonhos (2014); elenco e autores comentaram sobre reprise da temporada (Imagem: Divulgação / Globo)

Os autores Rosane Svartman e Paulo Halm relembraram o processo de criação de Malhação: Sonhos, que retorna a programação da Globo a partir desta segunda-feira (25). A novelista contou que a ideia de fazer uma temporada surgiu como insight no meio do transito durante uma tempestade.

“Eu e Paulo estávamos parados na Av. Niemeyer (avenida da zona sul do Rio de Janeiro) e começamos a pensar em uma Malhação que fosse também um musical e que a gente pudesse usar a arte e seus vários elementos para falar de superação”, contou ela. Seu parceiro, então, explicou como aconteceu o processo de concepção da história:

“Fomos juntando as peças e precisávamos de um arco dramatúrgico que sustentasse isso, com trechos de músicas espalhados por várias cenas. Sempre gostei muito de encenação, da metalinguística e fomos juntando o que podíamos nesse nosso repertório. Os elementos básicos do nosso brainstorm rolaram no meio de um toró”.

Já o diretor Luiz Henrique Rios destacou que o processo de toda a produção, desde os ensaios até o fim da exibição, que durou cerca de um ano e meio. “Vivemos um grande sonho, em um processo de trabalho muito interessante e intenso, com muitas aulas de dança, treinamentos, uma escola de arte. Montamos uma academia de muay thai. Foi um trabalho de muita troca, com um aprendizado muito rico para todos nós: elenco e equipe vivendo juntos aquele sonho. Foi uma alegria, um trabalho muito feliz todo o tempo”, afirmou.

O elenco também compartilha da mesma emoção ao ter a oportunidade de rever o trabalho. Rafa Vitti, por exemplo, revelou que os seus demais colegas estão entusiasmados para a reprise.“Para a maioria de nós do elenco esse trabalho foi nossa primeira grande oportunidade. Colocamos muita energia nesse projeto que chega novamente em um momento em que precisamos cada vez mais de arte.”

Isabella Santoni destacou a forte mensagem de superação, que a trama traz. “A história mostra que às vezes é preciso se reinventar. Karina, minha personagem, me ajudou a não desistir, a me superar, a correr atrás dos meus objetivos. Isso é muito simbólico para mim”, confidenciou.

Arthur Aguiar fez uma reflexão sobre o que a série exprime as dificuldades impostas na vida para chegar ao seu objetivo. “Essa Malhação fala sobre o que é ter um sonho e como realizá-lo. Não é fácil, há um processo longo e é assim na trama como na vida. As dificuldades são debatidas o tempo inteiro. É uma novela que mostra que para se alcançar um sonho é preciso trabalhar constantemente até chegar ao objetivo”.

“Malhação Sonhos fala sobre nunca deixar de acreditar e ter fé no que se está fazendo. Mesmo quando parece que as coisas estão desmoronando, é aquilo que vai te impulsionar, te transformar internamente e dar novos caminhos para chegar ao desejado”, definiu Bruna Hamú.

Eriberto Leão destaca ainda que este trabalho lhe trouxe maturidade e relembra seu primeiro contato com a história. “Cresci muito como ator e como pessoa. Me apaixonei já no primeiro parágrafo e a cada diálogo eu ficava mais envolvido. Acredito que quando a gente faz algo com muita paixão, isso transforma a nossa vida. ‘Malhação Sonhos’ tem algo de muito especial para a minha vida pessoal e profissional, é um projeto cheio de coincidências significativas, de aprendizado, um dos mais importantes para mim”, contou o ator, intérprete de Gael.

Veja mais ›