Carlinhos Mendigo está foragido e é procurado em São Paulo e na Bahia

Carlinhos Mendigo
Carlinhos Mendigo está sendo procurado pela polícia (Imagem: Reprodução / YouTube)

Carlos Alberto da Silva, conhecido como Carlinhos Mendigo, está com a sua prisão temporária decretada pela Justiça paulista e agora passou a ser procurado como foragido pela Polícia Civil em São Paulo e na Bahia.

publicidade

Segundo informações do G1, a polícia já vai para o seu quarto dia de buscas. A juíza Luciana Simon de Paula Leite, da 5ª Vara da Família e Sucessões do Foro Regional 1 de Santana, na Zona Norte da capital paulista, havia decretado na semana passada a prisão do artista.

A atitude foi tomada contra o famoso por uma dívida de mais de R$ 90 mil de pensão alimentícia que deve ao filho que teve com a ex-bailarina e empresária Aline Hauck. O garoto tem aproximadamente 11 anos e mora com a mãe.

publicidade

Veja Também

“Confirmo que teve expedição de mandado de prisão civil decorrente de dívida de alimentos”, declarou Betania Costa, advogada de Aline.

Segundo ela, o caso está em segredo de Justiça e, por esse motivo, ela não poderia dar mais detalhes sobre o decreto de prisão.

Carlinhos Mendigo tem dívidas acumuladas do período de dezembro de 2017 até 2019. Em fevereiro de 2021, o valor total acumulado da pensão alimentícia que o ex-Pânico deixou de pagar ao filho era de R$ 91.882,00.

Além disso, a publicação revelou que o ex-Pânico também responde a outros processos judiciais de períodos diferentes pela falta de pagamento de pensão ao filho. As dívidas podem chegar ao valor de R$ 600 mil se forem corrigidos em 2022.

publicidade

Carlinhos Mendigo e acusação de homofobia

No ano passado, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo aceitou uma ação do Ministério Público contra o humorista. A denúncia em questão foi feita por Agripino Magalhães, ativista LGBTQIA+, em 2020.

O suplente de deputado estadual acusa o ex-integrante do Pânico na TV de LGBTfobia por publicações de cunho ofensivo feitas em suas redes sociais com o foco em homossexuais e transgêneros.

Assinada pela juíza Cecília Pinheiro da Fonseca, a decisão faz parte de um processo que tramita na 3ª Vara Criminal da Barra Funda, em São Paulo, por crime resultante de preconceito de raça ou de cor.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.