Carlinhos Mendigo tem prisão decretada após dívida de pensão alimentícia

Carlinhos Mendigo
Carlinhos Mendigo teve a sua prisão decretada (Imagem: Reprodução / YouTube)

Carlinhos Mendigo pode ser preso a qualquer momento. Isso porque a Justiça de São Paulo decretou na semana passada a prisão temporária do humorista por dívida de mais de R$ 90 mil de pensão alimentícia que deve ao filho que teve com a ex-bailarina e empresária Aline Hauck.

A informação foi confirmada pelo G1 com a advogada da ex do famoso e também com a Polícia Civil, nesta quinta-feira (10). O garoto tem aproximadamente 11 anos e mora com a mãe.

“Confirmo que teve expedição de mandado de prisão civil decorrente de dívida de alimentos”, declarou Betania Costa, advogada de Aline.

Veja Também

Segundo ela, o caso está em segredo de Justiça e, por esse motivo, ela não poderia dar mais detalhes sobre o decreto de prisão.

O G1 informou que a prisão foi decretado há uma semana, na última quinta-feira (3), pela juíza Luciana Simon de Paula Leite, da 5ª Vara da Família e Sucessões do Foro Regional 1 de Santana, na Zona Norte da capital paulista.

Carlinhos Mendigo tem dívidas acumuladas do período de dezembro de 2017 até 2019. Em fevereiro de 2021, o valor total acumulado da pensão alimentícia que Carlinhos Mendigo deixou de pagar ao filho era de R$ 91.882,00.

Além disso, a publicação revelou que o ex-Pânico também responde a outros processos judiciais de períodos diferentes pela falta de pagamento de pensão ao filho. As dívidas podem chegar ao valor de R$ 600 mil se forem corrigidos em 2022.

O site também destacou que agentes foram até o endereço informado pelo humorista para cumprir a prisão, mas não o encontraram no local porque ele já havia se mudado da cobertura de um prédio onde morava em São Paulo.

Carlinhos Mendigo e acusação de homofobia

No ano passado, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo aceitou uma ação do Ministério Público contra o humorista. A denúncia em questão foi feita por Agripino Magalhães, ativista LGBTQIA+, em 2020.

O suplente de deputado estadual acusa o ex-integrante do Pânico na TV de LGBTfobia por publicações de cunho ofensivo feitas em suas redes sociais com o foco em homossexuais e transgêneros.

Assinada pela juíza Cecília Pinheiro da Fonseca, a decisão faz parte de um processo que tramita na 3ª Vara Criminal da Barra Funda, em São Paulo, por crime resultante de preconceito de raça ou de cor.

Em um dos conteúdos citados por Carlinhos Mendigo envolve a participação de Thammy Miranda na campanha de Dias dos Pais de uma marca de cosméticos.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›