Com exposição histórica sobre Bolsonaro, JN bomba na Globo

JN
JN é apresentado por William Bonner e Renata Vasconcellos; telejornal marca ótima audiência (Imagem: Reprodução / Globo)

A edição do JN da última terça-feira (10) foi marcada pela exposição das declarações estúpidas do presidente Jair Bolsonaro contra a CoronaVac, a ofensa contra os brasileiros e a quase declaração de guerra contra Joe Biden, presidente eleito dos EUA. Com o circo do “capitão”, o telejornal atingiu alta audiência.

Com William Bonner e Renata Vasconcellos, a atração só ficou atrás de A Força do Querer. Na média de ponta a ponta, o JN fechou com 30,4 pontos de média. A título de comparação, a novela das 21h anotou 30,6 pontos de média.

O jornalismo da Globo começou a manhã em alta com as notícias locais do Bom Dia São Paulo com Rodrigo Bocardi, que registrou 8,4 pontos de média, e as primeiras notícias do Brasil e do mundo com o Bom Dia Brasil de Ana Paula Araújo, que elevou a média para 9,6 pontos.

Na hora do almoço, César Tralli esteve à frente do SP1 e marcou os primeiros dois dígitos da programação: 10,5 pontos de média. Foi o mesmo resultado do Globo Esporte apresentado por Felipe Andreoli. O Horário Eleitoral na sequência e derrubou os índices para apenas 8,7 pontos.

A terça-feira foi marcada pelo noticiário quente do Jornal Hoje (10,4) e SP2 (25,1). Das 20h30 às 20h40, a emissora dos Marinho foi obrigada a exibir o Horário Eleitoral Noite (26,8). A madrugada continuou com informação com as exibições do Jornal da Globo (9,4) e do Hora 1 (4,5).

Os dados são consolidados pelo Ibope na Grande SP.

CONTINUE LENDO →

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com