Comentarista cristão da JP News choca ao sugerir a morte de judeus

JP News
José Carlos Bernardi causa com comentário estarrecedor na JP News (Imagem: Reprodução / JP News)

Comentarista da JP News, José Carlos Bernardi surpreendeu até os bolsonaristas mais fiéis com um comentário no novo canal de notícias. O jornalista sugeriu que a morte de judeus poderia reerguer a economia do país. O discurso antissemita foi feito na última terça-feira (16).

No Jornal da Manhã, Bernardi e Amanda Klein discutiam sobre a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em um evento aberto no Parlamento Europeu na última segunda-feira (15).

O líder da esquerda foi aplaudido por governantes da Europa. O comentarista criticou o discurso de Lula e Amanda frisou a falta de prestígio internacional do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“A Angela Merkel [chanceler da Alemanha] abriu o país para todo o mundo árabe. As alemãs estão sendo estupradas em praça pública. Este é o país que você defende”, disparou ele.

“Quem dera o Brasil chegar aos pés do desenvolvimento econômico da Alemanha”, opinou Klein. Na sequência, os telespectadores da JP News viram e ouviram uma coleção de absurdos de José Carlos Bernardi:

“É só assaltar todos os judeus que a gente consegue chegar lá. Se a gente matar um monte de judeus e se apropriar do poder econômico deles, o Brasil enriquece. Foi o que aconteceu com a Alemanha pós-guerra”.

Amanda Klein seguiu o raciocínio e só depois do fim da sua participação entendeu o comentário feito pelo colega. No Twitter, ela desabafou:

“Hoje participei de um debate em que o meu colega fez um comentário antissemita. Na hora, não ouvi direito, ele me interrompia bastante. Quero manifestar meu mais profundo repúdio ao negacionismo histórico e à abjeta associação entre o Holocausto e motivações econômicas. Restringir o genocídio nazista a razões econômicas é uma forma de negar o Holocausto”.

Os reflexos

Depois da repercussão negativa, o funcionário comissionado do gabinete do deputado Campos Machado (Avante) na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), segundo a Folha de S. Paulo, pediu desculpas por meio de nota:

“Peço desculpas pelo comentário infeliz que fiz hoje no Jornal da Manhã – Primeira Edição, ao usar um triste fato histórico para comparar as economias brasileira e alemã. Fui mal-entendido. Não foi minha intenção ofender a ninguém, a nenhuma comunidade, é só ver o contexto do raciocínio. Mas, de qualquer forma, não quero que sobrem dúvidas sobre o meu respeito ao povo judeu e que, reitero, tudo não passa de um mal-entendido. Obrigado”.

No mesmo comunicado, a JP News afirmou que “as visões de seus comentaristas não refletem necessariamente a opinião da empresa”.

Campos Machado repudiou os comentários do contratado da JP News e marcou uma reunião com assessores para decidir o futuro de Bernardi, com salário de R$ 12.144,27, em seu quadro de funcionários.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›