Datena desabafa sobre reforma da Previdência em SP e detona prefeito

José Luiz Datena
José Luiz Datena rasga críticas a Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo (Imagem: Reprodução / Band)

José Luiz Datena ficou bastante incomodada com a notícia da reforma da Previdência para os funcionários públicos de São Paulo. A iniciativa criticada pelo apresentador foi tomada pela Câmara Municipal em conjunto com o atual prefeito da cidade, Ricardo Nunes (MDB).

“De repente inventa… Já não dá o dinheiro que tem? É o terceiro maior orçamento do Brasil! O senhor e os vereadores querem taxar em 14% os funcionários públicos que trabalham muito e ganham pouco?”, questionou.

“O resultado disso é o Centro de SP com manifestação enorme contra a Prefeitura e a Câmara. As pessoas não aguentam mais. Não dá para aguentar mais esse estado de coisas”, afirmou.

“Ao invés do povo ser acudido, vem o prefeito, que teve um aumento de 46% do salário, e os vereadores, que tiveram o salário aumentado… E o coitado do trabalhador paga 14% a mais de impostos”, detonou.

O âncora do Brasil Urgente definiu a situação como um “pacote de maldades” criado por Ricardo Nunes e os vereadores da capital paulista. “Absurdamente tão grande que o povo de SP não está entendendo. Está perplexo”, garantiu.

“Essa Câmara parece goleiro ruim: passa tudo quanto é projeto que vai nele! Esse é o grande detalhe! Como alguém pode mandar um projeto que aumenta o salário dele em 46%? E os vereadores aceitarem isso, pois aumenta o deles também. Só projeto para ferrar o povo!”, acusou.

Ataque a Bolsonaro

Nesta semana, Datena fez comentários incisivos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela situação política e econômica enfrentada pelo país.

“Não há mais como utilizar a palavra indignação com a classe política, pois realmente esses caras, como dizia o Boechat: ‘Fazem parte de uma outra espécie’. Quando você pensa mesmo em entrar para essa outra espécie, no meu caso é só interesse público”, declarou.

“Se você não ocupar um espaço para ajudar a sociedade, esse espaço vai ser ocupado por um insensível, por um ladrão, por um cara que não pensa no povo. No governo do bolso para o bolso. E isso é o que a gente tem visto muitas vezes por ai”, continuou.

“A tal velha política que o Bolsonaro disse que nunca iria entrar e entrou. Entrou para continuar governando. O poder deve ser muito bom, deve ser fantástico”, ironizou.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›