Datena e PSL sugerem pela primeira vez pré-candidatura à Presidência

Datena
Datena vira pré-candidato à Presidência pelo PSL (Imagem: Divulgação / Band)

O PSL, ex-partido do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), anunciou oficialmente o apresentador José Luiz Datena como o seu escolhido para a corrida presidencial do ano que vem. A legenda confirmou a informação por meio da sua conta oficial no Instagram.

“A Executiva Nacional do PSL informa que o jornalista José Luiz Datena está devidamente filiado ao Partido e tem total apoio para a pré-candidatura à Presidência da República nas eleições de 2022”, informou.

Na manhã desta sexta-feira (8), o jornalista e âncora do Brasil Urgente, da Band, conversou com o jornalista Leonardo Sakamoto, do UOL, e confirmou a pré-candidatura pela primeira vez.

“Eu prefiro enfrentar candidatos fortes do que fracos, desde que eu saiba que tenho condição de virar o jogo ao 45 minutos do segundo tempo”, explicou na Rádio Bandeirantes.

“Sem condição, não vale a pena. Aí seria mais fácil optar por um cargo que tenho mais chance de ganhar”, considerou ele, que explicou o anúncio da pré-candidatura:

“Hoje sou o pré-candidato oficial do PSL por decisão do Luciano Bivar [presidente da legenda] e da executiva do partido (…). O partido quer, insiste. Precisamos esperar para ver como ficará o cenário. Terá convenção ainda, pode aparecer outro. Mas por enquanto sou eu”.

Vale ressaltar que Datena foi cotado nas eleições de 2020 para concorrer como vice-prefeito de São Paulo na chapa de Bruno Covas (PSDB), mas recusou antes mesmo do início da campanha. Na época, ele estava filiado ao MDB.

Nesta semana, Catia Fonseca tocou no assunto ao vivo e o apresentador negou o desejo de ser presidente. “Não, disseram isso [sobre pré-candidatura à presidência], né? Eu me filiei ao partido, ao PSL, e tem projetos aí do partido”, desconversou.

“Meu foco continua sendo o Senado, eu sempre disse para todo mundo que o meu foco é o Senado. Mas o Tancredo dizia que política é destino, né?”, questionou ele.

Mas meu foco… Eu acho que você querer adiantar qualquer coisa agora é precipitado. Estamos no meio de uma pandemia, falar de eleição agora é precipitado. Mas…”, continuou até ser interrompido pela apresentadora.

“Sabe o que eu acho? Você sempre defendeu o povo, por isso eu comecei falando isso. Mas é o que eu acho mesmo. E já estou com o ‘pacová’ lá na Lua de gente que fala um monte de coisa e depois não faz. Você, o que promete, você cumpre”, discursou.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›