De olho em 2022, Luciano Huck se revolta com fala de Bolsonaro e o massacra

Luciano Huck
Luciano Huck se revolta com fala de Bolsonaro (Imagens: Reprodução – Instagram – Agência Brasil/ Montagem – RD1)

Virtual candidato à presidência da República em 2022, Luciano Huck usou o seu Twitter, nesta quinta-feira (4), para criticar Jair Bolsonaro (sem partido) e também para pedir mais vacinas contra a covid-19.

Desta vez, o apresentador da Globo afirmou que os imunizantes precisam estar disponíveis para a população e mandou uma indireta para o presidente da República, que criticou os políticos preocupados com o momento da pandemia no Brasil.

“Chilique não resolve”, escreveu o global. “O que resolve é correr atrás de novos fornecedores e vacinar toda a população”, completou Luciano Huck.

A postagem do famoso foi feita no mesmo dia em que Bolsonaro chamou as determinações de fechamento de atividades não essenciais de “frescura” e “mimimi”.

Durante visita à cidade de Uberlândia, em Minas Gerais, o presidente ainda disparou: “Tem idiota que a gente vê nas mídias sociais, na imprensa, [dizendo] ‘vai comprar vacina’. Só se for na casa da tua mãe. Não tem [vacina] para vender no mundo”.

Ainda em seu perfil no Twitter, Huck ressaltou que o Brasil “desperdiçou a chance de comprar vacinas”. “Agora temos um SUS pronto para vacinar, mas não temos vacinas. E a rede hospitalar está evoluindo na direção do colapso”, comentou.

Apesar de não confirmar, artista vem sendo cogitado para a disputa da presidência da República em 2022. Nos último anos, cabe destacar, o apresentador da Globo iniciou conversas com partidos e passou a falar mais diretamente sobre política nas redes sociais e encontros.

No entanto, apesar de sempre demonstrar esse seu interesse pelo assunto, Huck nunca confirmou uma candidatura. Como é sabido, existem muitas coisas envolvidas no processo da possível entrada dele na política.

Por enquanto, ele aguarda a decisão do ex-juiz Sergio Moro sobre entrar ou não na briga política. A ideia é que ele encare a disputa caso o ex-ministro de Jair Bolsonaro não comece uma campanha em 2022. A partir disso, o famoso terá um novo problema à frente. Ele quer evitar que adversários consigam fazer pegar nele a marca de “candidato da Globo”.

Fábio AlmeidaFábio Almeida
Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com
Veja mais ›