Débora Falabella toma vacina usando camiseta contra Jair Bolsonaro: “Fora!”

Débora Falabella
Débora Falabella foi Nina em Avenida Brasil (Imagem: Divulgação / Globo)

Débora Falabella continua sendo lembrada por conta da icônica personagem vingativa de Avenida Brasil e repercutiu por conta da forma que escolheu tomar sua vacina da Covid-19.

Aos 42 anos de idade, a famosa fez questão de ir ao local usando uma camiseta com várias palavras de ordem, pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, e protestou contra ele:

“Sus & vacina & máscara & fora Bolsonaro”.

Para o momento especial, a atriz fez um clique da aplicação da vacina ao lado dos profissionais da saúde e ainda mostrou sua carteirinha de vacinação. Na legenda, agradeceu o SUS.

“Vacinada! Viva o SUS e #foragenocida”, disparou. Nos comentários, ela recebeu uma enxurrada de elogios, além dos memes relacionados à sua personagem em Avenida Brasil.

“Já pode continuar com a vingança”, brincou uma internauta. “Já posso ouvir a Carminha gritando ‘infernooooo’ com isso”, reagiu outra. “Início da vingança contra o genocida”, mais uma.

Recentemente, em conversa com a Quem, a atriz, que estava gravando Aruanas quando o coronavírus estourou no Brasil, revelou qual foi o impacto disso tudo na sua vida e na arte:

“Foi meio assustador em um primeiro momento. A gente não sabia quando as coisas iam começar a voltar a acontecer. Os teatros pararam, os cinemas, as produções… Os que trabalham com arte, principalmente os que estão nos bastidores, tiveram muito prejuízo. Me vejo em uma situação um pouco privilegiada porque, como atriz, sou contratada, consegui realizar alguns trabalhos online e de casa. Mas a minha preocupação com essas pessoas foi muito grande. Elas ainda estão sofrendo muito, principalmente porque estamos em um país em que não temos muito incentivo”.

Falando do lado pessoal, Falabella, que é mãe de Nina, de 11 anos, revelou:

“Como mãe, meu maior desafio foi tentar me manter equilibrada para trazer equilíbrio para a minha filha. Não é fácil para os filhos ficarem isolados, não irem para a escola, ficarem sem ver os amigos, estudarem através da tela”.

“Mas ainda estou em uma situação privilegiada porque têm crianças que nem tiveram condições de estudar. As crianças e adolescentes estão sentindo muito. Isso vai ficar marcado na vida de todos, mas para eles, que estão em fase de aprendizado, vai ser algo que vão levar como bagagem. Talvez, eles tenham que correr muito atrás desse período tão desconectados socialmente. Meu maior desafio é dar esse suporte e me manter equilibrada para manter o equilíbrio da minha filha“, pontuou.

Apesar do cenário de caos criado por causa da pandemia, Débora Falabella ainda tenta ver o aprendizado disso tudo: “A gente precisa olhar mais para o outro. Esse momento fez com que a gente olhasse mais para o outro porque tinham pessoas passando por situações piores que as nossas. Isso precisa acontecer sempre. A gente vive em uma sociedade muito desigual e a gente precisa olhar para os lados e furar essa bolha, construir pontes para ajudar quem precisa”.

Confira:

Lucas MedeirosLucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›