Dedé Santana relembra desavença com Renato Aragão: “Maluco!”

Renato Aragão
Dedé Santana relembra desavença com Renato Aragão (Imagem: Reprodução / Globo)

Os Trapalhões completa 55 anos em 2021 e, aos 85 anos, Dedé Santana celebra e se orgulha do trabalho que fez o seu nome, ao lado de Didi, Mussum e Zacarias durante os 29 anos em que a atração foi ao ar.

Em conversa com o site NaTelinha, o artista circense da oitava geração da família deu detalhes sobre a sua relação com os colegas.

O nosso lance é ciumeira um o outro, é coisa de irmão. O Renato [Aragão] é mais que amigo, é um irmão. Vou na casa dele, a gente se abraça e chora. Até falando nele, fico emocionado, devo muito a ele. O Renato foi a cabeça pensante e eu, o trabalho braçal“, contou.

Cabe lembrar que antes de formarem o quarteto mais famoso do Brasil, tudo começou com a dupla Didi e Dedé, depois que os humoristas foram apresentados por Arnaud Rodrigues. Eles fizeram filmes e programas de TV e bombaram com o humorístico Os Insociáveis, da Record, batendo a audiência da Globo com o Fantástico.

Diante do crescimento do programa, Renato sentiu a necessidade de incorporar a equipe. Foi neste momento que surgiu a ideia de levar Mussum, então integrante do grupo Originais do Samba, para a atração.

Eu fazia um show em uma casa noturna e o Jair Rodrigues cantava lá também. Peguei o Jair para entrar no meu show. Um dia ele falou: ‘vou te apresentar um cara engraçado’, aí ele me apresentou os Originais do Samba e o Mussum. Só que ele passou a ser meu amigo, não me largava, ia comer lá em casa, a gente ficava o tempo todo junto. Ele assistia o meu show e eu o dele“, relembrou.

Um dia vi ele falando durante a apresentação ‘tranquilis’, ‘sossegadis’, achava aquilo muito engraçado. Até perguntei para ele como criou aquilo, ele falou: ‘não fui eu não, foi o Chico Anysio. Fui fazer uma apresentação com o Chico, ele falou para eu falar tranquilo com s, eu falei traquilis. Foi o Chico que deu essa dica para ele“, disse.

Em 1974, ao mencionar a necessidade de um novo nome para o programa, Dedé prontamente lembrou do amigo: “Eu falei, ‘todo filme que tem um afrodescendente arrebenta, faz sucesso, vamos arrumar um para nós. O Mussum, dos Originais do Samba, ele já fez alguma coisa com o Chico [Anysio] e é muito engraçado’“.

Mussum, como já se sabe, aceitou o convite, sob uma condição imposta pelo empresário da banda. “Tive que prometer que ele não gravaria sexta, sábado e domingo. O Mussum sempre me chamou de compadre e dizia ‘não sou comediante, sou tocador de reco-reco’. Falei que ele era um tremendo comediante, só não sabia disso ainda. O Renato escreveu as piadas certas, ele fazia um cozinheiro nosso e entrava, dava uma piada e saía. Ele estava começando como comediante, foi muita inteligência do Renato. Deu certo. No terceiro programa, ele tomou conta de tudo“, observou.

Já a entrada de Zacarias, no mesmo ano, causou certo desconforto em Dedé. Quando foi apresentado por Didi, o humorista não imaginou que um baixinho, sério e vestido socialmente poderia ser comediante.

Um dia o Renato chegou lá com um cara baixinho, bem vestido, de gravata, e disse: ‘esse aqui é o Mauro Gonçalves’, ele tinha uma voz bonita. Eu perguntei quem era e ele respondeu que iria trabalhar com a gente. Eu respondi: ‘Você está maluco, esse cara está mais para gerente de banco do que para comediante’. Ele falou: ‘você vai ver, esse aí eu garanto’. No começo não aceitei bem, um cara com uma voz bonita, de terno, gravata“, recordou.

Mas nos ensaios, Zacarias mostrou a que veio. “Eu caía no chão de dar risada. O Renato acertou na mosca. Chegou na hora da gravação, ele me parece com aquele dente, aquela peruca, não me aguentei, eu ria do começo ao fim“, concluiu.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›