Dedé Santana surpreende e afirma que Xuxa não gostou de beijá-lo em filme

Dedé Santana
Dedé Santana falou sobre beijo em Xuxa durante filme (Imagem: Reprodução/ YouTube)

Dedé Santana participou de podcast Papagaio Falante com Sérgio Mallandro e lembrou do dia em foi galã da Xuxa Meneghel. No bate-papo, o eterno Trapalhão contou o momento romântico com a eterna “Rainha dos Baixinhos” no cinema e falou da tensão na hora de filmar a cena de beijo.

“Vou te desbancar hoje aqui. Você foi príncipe da Xuxa, mas quem beijou fui eu. No filme ‘O Mágico de Oroz’, eu fazia o noivo dela e no final tinha o beijo na boca. Eu estava sem jeito porque ela era muito minha amiga”, iniciou o famoso.

O humorista seguiu: “Quando chegou o dia da cena do beijo, eu perguntei ao diretor como faríamos e ele pediu que eu falasse com ela. Cheguei e falei para ela: ‘Xuxa, hoje é a cena do beijo, mas só que tem um problema: não sei dar beijo técnico, não sou galã de novela, então como eu faço?’. Ela virou para mim e disse assim: ‘Lasca!'”.

“Na hora de gravar, dei aquele beijão nela e perguntei como tinha sido. Ela respondeu que tinha achado chocho”, completou Dedé Santana, que foi par da ex-apresentadora da Record no longa-metragem lançado em 1984.

Sérgio Mallandro reagiu a provocação do humorista e, então, afirmou que levou uma bronca da diretora Tizuka Yamasaki ao beijar Xuxa de língua em Lua de Cristal: “A Tizuka falou para eu beijar com amor, com muita paixão. Aí então em meti a língua. Tomei esporro, mas depois deu certo”.

Inclusive, recentemente, Mallandro contou pela primeira vez uma situação constrangedora que viveu com Ayrton Senna (1960-1994) e Xuxa. O humorista contou que atrapalhou o sexo do então casal quando os três estavam hospedados na casa da apresentadora.

“Como ela vai ficar chateada de eu contar uma coisa que realmente aconteceu e que realmente eu presenciei?”, questionou em conversa com a jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

“A Xuxa é minha irmã. Eu estava na casa dela, no quarto ao lado onde ela estava com Ayrton Senna e eu comecei a gritar: ‘acelera, Ayrton!’. Ela foi na porta e brigou comigo dizendo que eu estava atrapalhando. Atrapalhei o sexo dos dois”, disparou aos risos.

“Xuxa é de verdade e é minha amiga desde os 18 anos. É minha comadre. Eu sempre levava a Xuxa para casa de moto em Marechal Hermes depois de um dia longo de trabalho e quando a minha moto ficava muito quente por causa do trajeto, eu dormia lá”, recordou.

“Pedia para o seu Meneghel, ele deixava e eu dormia no quarto dos meninos, Blad e Cirano. Era um apartamento bem simples, onde a Xuxa dormia no quarto dos pais, a avó na sala e eu e os meninos no outro quarto da casa”, relatou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›