DJ Ivis é preso após agressões contra ex-mulher e governador do Ceará desabafa

DJ Ivis
DJ Ivis foi preso em Fortaleza nesta quarta (Imagem: Reprodução/ Instagram)

DJ Ivis foi preso nesta quarta-feira (14) em Fortaleza. A prisão dele ocorreu dias após os vídeos de agressões contra a ex-companheira, Pamella Holanda, serem divulgados por ela nas redes sociais. A informação foi confirmada pelo governador do Ceará, Camilo Santana, em seu Twitter.

“Acabo de ser informado pelo nosso secretário de Segurança da prisão do DJ Ivis, no caso das agressões a Pamella Holanda. A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela nossa Polícia Civil e decretada há pouco pela Justiça. Que responda pelo crime cometido”, publicou o político.

Enquanto isso, a digital influencer Pamella Holanda vai ser submetida a um novo exame de corpo de delito para que seja definida a gravidade das lesões sofridas após as agressões do artista.

No último domingo (11), a esposa do famoso postou nas redes sociais cenas das câmeras de casa, em que ela aparece levando tapas e socos do esposo, na frente da filha. As imagens chocaram a internet e deixaram as pessoas indignadas com o DJ.

Em seguida, ela relatou todo o histórico de agressão que sofreu na relação com o paraibano. Em áudios disponibilizados pela coluna de Leo Dias, do Metrópoles, a moça de 27 anos contou pelo que passou.

“A primeira vez que ele me bateu foi quando eu estava grávida. Ele é extremamente explosivo e agressivo. É um cara que não tem paciência com nada e explode com tudo. Ele não é nada do mostra e aparenta nos stories dele todo alegre. Ele é assim com todo mundo, e todos sabem”, afirmou Pamella, que tem a pequena Mel, de 9 meses, com o DJ.

“Me batia dentro de casa, me deixava sem dinheiro, cartão e comida. Barrava até a farmácia na portaria”, completou.

Na sequência, Holanda contou sobre uma confusão que aconteceu após a chegada de Ivis de uma viagem: “Eu sempre pegava ele em conversa com outras mulheres, até dentro do banheiro em chamada de vídeo. Um dia deitei com ele na cama e resolvi mostrar o print da traição que rolava em grupos do WhatsApp. Foi na hora que ele quebrou meu telefone, jogou na porta e veio pra cima de mim”.

“Tentou me estrangular no banheiro e na cama. E o tempo todo dizendo que iria fazer uma besteira, que iria me matar. Me deu uma cotovelada no olho, me encheu de socos nas costas. Fiquei cheia de hematomas”, revelou Pamella, que garantiu que possui todas essas provas no exame pericial.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›